terça-feira, junho 18, 2024
Home Inovação Blockchain desenvolvido por brasileiros garante sigilo dos pacientes

Blockchain desenvolvido por brasileiros garante sigilo dos pacientes

por Redação
0 comentário

Entre as utilizações mais comuns da tecnologia blockchain estão as relacionadas à privacidade de dados e seu armazenamento à prova de adulteração ou fraudes. Por ser descentralizada e criptografada, o compartilhamento de qualquer informação se torna mais seguro e totalmente rastreável. No setor de saúde, onde a privacidade é tão importante, a tecnologia é aliada a outras leis e normas de privacidade e proteção, como a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), para resguardar a intimidade dos diagnósticos.

A H3aven, startup especialista em aplicações blockchain, desenvolve uma tecnologia que garante ao paciente o direito de soberania de seus dados. O uso inovador sobre privacidade e gestão dessas informações na saúde deve chegar ao mercado do ano que vem, e a empresa já negocia com uma grande rede de saúde de Minas Gerais.

No caso, será possível que cada paciente tenha os seus dados médicos em uma plataforma encriptada e descentralizada. Com isso, ele é quem decide quais médicos, hospitais, planos de saúde ou seguradoras terão acesso às informações. “Trata-se de uma solução para que a soberania dos dados permaneça com quem é de direito: os pacientes”, explica Antonio Hoffert, sócio da H3aven. “O usuário é quem convida e ‘desconvida’, autoriza ou desautoriza o acesso a informações pessoais e sobre o tratamento”, explica.

O resultado da utilização da tecnologia é a criação de “identidades digitais” exclusivas para os pacientes, que podem facilitar o acesso seguro e privado a serviços médicos online. Cada usuário, portanto, teria um NFT (sigla em inglês para tokens não fungíveis), espécie de “artefato” pelo qual o acesso ao serviço seria gerenciado. Além da segurança, o acesso controlado aos dados deve ser mais um fator a ser avaliado e explorado pelo competitivo mercado de planos de saúde.

A solução da H3aven recebeu prêmios da Polygon, plataforma líder para escalonamento Ethereum e desenvolvimento de infraestrutura, da Airstack, que otimiza o gerenciamento, a integração e a utilização de blockchain; e da Filecoin Virtual Machine, ecossistema referência para execução de contratos inteligentes, na última ETHGlobal Hackathon, maior evento mundial do setor. Segundo a gestora do projeto em Tóquio, a premiação reflete a urgência de viabilizar uma antiga promessa da Web3, na qual usuários comuns passam a ter soberania em relação aos seus dados.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias