Home News Mais Médicos teve adesão de 13 mil profissionais seis meses após retomada

Mais Médicos teve adesão de 13 mil profissionais seis meses após retomada

por Redação
0 comentário

Seis meses após a retomada do Mais Médicos pelo governo federal, o programa bateu recorde histórico de profissionais ao atingir a marca de 18,5 mil médicos em atuação na atenção primária à saúde em todo Brasil. Até então, o maior número de profissionais em atividade foi em 2015, no governo Dilma, com 18,2 mil médicos. Nesse período havia uma ampla participação de médicos cubanos — que representavam mais de 60% do total. Agora, a maior parcela é de médicos brasileiros formados no Brasil, seguido de brasileiros formados no exterior.

Do total de médicos em atuação, cerca de 13 mil correspondem a novas vagas abertas neste ano pela gestão da ministra Nísia Trindade. Após o desmonte da política nos últimos anos, o crescimento do Mais Médicos reflete a importância do programa para garantir o acesso à saúde dos brasileiros, principalmente nas regiões de maior vulnerabilidade. São mais de 4 mil municípios atendidos, com maior concentração de médicos nas periferias, interior do país e regiões pobres.

A expectativa é, até o fim do ano, ampliar ainda mais o provimento médico em todas as regiões do país, alcançando 28 mil profissionais atuando pelo programa. Desde março, o Ministério da Saúde abriu vagas em duas modalidades. O modelo de coparticipação, inédito no programa, teve a adesão de mais de 2595 municípios brasileiros. Nesse formato, os gestores locais entram com uma contrapartida em parceria com o governo federal.

A retomada do programa também trouxe mais oportunidades de formação e especialização para os profissionais, com prioridade para médicos brasileiros formados no Brasil. Com a atuação em quatro anos pelo programa em área de vulnerabilidade, o profissional formado pelo Fies receberá um benefício para o pagamento do financiamento. O Mais Médicos também dará oportunidade de especialização e mestrado durante o tempo de atuação no programa, além de outros benefícios para os que atuarem nas regiões de difícil fixação de profissionais. As informações são do Ministério da Saúde.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias