NewsNewsletter

Bloom Care cria pacote de cuidados exclusivo para licença parental

0

A clínica digital de saúde feminina e familiar Bloom Care acaba de anunciar um pacote de cuidados exclusivo para licença parental. Além de seis meses de dedicação exclusiva, o mais comum oferecido pelas empresas, a empresa garante também outros acolhimentos como o dobro do valor relativo à alimentação orgânica (6 meses a 1 ano do bebê), o “Dia da Família” (um dia de folga todo mês) e flexibilidade durante as quatro primeiras semanas no retorno.

O pacote é uma resposta ao chamado da companhia norte-americana theSkimm, focada em comunicação para mulheres, que convocou empresas a participarem da campanha #ShowUsYourLeave, que no Brasil virou #MostreSuaLicença. Nos EUA, mais de 400 empresas aderiram à campanha, entre elas o Pinterest, Morgan Stanley e Estée Lauder.

Segundo a healthtech, o amparo corporativo promove o cuidado integral, preventivo e coordenado às mulheres e famílias, levando em consideração todos os ciclos dessa jornada, desde o planejamento familiar até os 10 anos de vida da criança. Para além desse cuidado em saúde, a Bloom Care também tem outra preocupação com a qual dedica o seu trabalho: o acolhimento genuíno de mães e pais no mercado de trabalho, principalmente com aqueles que fazem parte da healthtech.

“A Bloom Care tem justamente esse propósito: cuidar de quem cuida. E é exatamente por esse motivo que, internamente, também adotamos medidas que priorizam esse cuidado com as mulheres e famílias”, aponta Roberta Sotomaior, CEO e cofundadora da empresa. Atualmente, a femtech oferece os seguintes benefícios:

  • Seis meses de dedicação exclusiva aos filhos para mulheres e homens – “Acreditamos que tal medida é capaz de reduzir a desigualdade entre gêneros no mercado de trabalho, bem como o preconceito que mulheres sofrem ao tentarem entrar no mercado”, aponta Roberta. O benefício também é oferecido a famílias homoafetivas, uma vez que pais e mães que não gestaram também precisam de um tempo de dedicação exclusiva aos filhos. Ainda, famílias que passaram pelo processo de adoção também são abrangidas.
  • Acesso à Plataforma Bloom Care Todos os e as Bloomers, como são chamados os beneficiados pela solução, contam com consultas ilimitadas com o nosso time de cuidados, ou seja, profissionais da saúde de diferentes áreas. Dentro desse cuidado, também são abrangidas as visitas em seus respectivos lares de consultoras de amamentação e acesso irrestrito aos conteúdos de alguns dos maiores especialistas na área da saúde. A Bloom Care também estende esse cadastro e uso da plataforma a mais um cuidador ou cuidadora de escolha do beneficiário e todos os filhos destes colaboradores, que tenham até dez anos, podem consultar por meio da plataforma.
  • Recebimento da Bloom Box – A Bloom Care envia uma caixa com itens essenciais para o bebê e todo o seu núcleo familiar. “Nesse sentido, enviamos também aos irmãos mais velhos para que eles se sintam incluídos nesse novo momento”, comenta a CEO.
  • O dobro do valor relativo à alimentação orgânica (6 meses a 1 ano do bebê) – “Sabemos que por volta dos seis meses, inicia-se a introdução alimentar e queremos apoiar as famílias Bloomers com o melhor da alimentação neste momento especial, mas também desafiador”, explica Roberta.
  • Flexibilidade durante as quatro primeiras semanas no retorno –
    A Bloom Care incentiva um período de adaptação das mães e pais para que a entrega dos trabalhos após o período de dedicação exclusiva seja fluída e respeitosa.
  • Auxílio rede de apoio – A família tem total liberdade para decidir como usar o valor, seja com matrícula em creche, de quintal de brincar, ou com salários de cuidadoras e cuidadores, já que muitas famílias optam por não colocarem seus filhos na escola nos primeiros anos.
  • Primeiro trimestre de gestação com horário flexível – “Sabemos que os três primeiros meses de gestação podem ser custosos: é o período em que mais se apresentam sintomas como enjoos, cansaço, sono, cólicas e muita ansiedade até o ultrassom morfológico da 12ª semana”, argumenta Roberta.
  • Um mês para pausa após perda gestacional até 22 semanas – “Aqui na Bloom Care, acreditamos ser necessário propiciar este tempo de pausa aos nossos parceiros para acolher melhor quem passa por tamanha dor, sejam mães ou pais”, afirma Roberta.
  • Um Dia da Família por mês – Mensalmente, todos e todas as Bloomers podem usufruir de um dia útil com a família até a criança fazer quatro anos, quando, por lei, sua matrícula na escola é obrigatória. “Não desejamos que seja um dia para resolver demandas como levar a criança ao pediatra. Essas necessidades podem ser atendidas durante o horário útil, bastando combinar com a Bloom. O Dia da Família é um incentivo para passar tempo de qualidade com os filhos, filhas, parceiros e parceiras”, aponta a executiva.

Para Roberta, como uma femtech que cuida de quem cuida, o acolhimento deve começar dentro de casa. “A theSkimm fez o chamado e nós, da Bloom Care, respondemos prontamente com o #MostreSuaLicença. Acreditamos que o acolhimento também deva existir com nossas e nossos Bloomers”.

Pesquisa revela que 60% dos brasileiros têm dificuldades para dormir

Artigo anterior

Startup de saúde lança plataforma de teleatendimento com cirurgiões plásticos

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News