NewsNewsletter

Condomínios podem se organizar para vacinação contra a gripe

0

Enquanto a população ainda enfrenta os desafios da pandemia de Covid-19, outro vírus traz preocupação: o da Influenza, que causa a gripe. Nestes primeiros meses de 2022, os casos de H3N2 lotaram hospitais e unidades de saúde, e já começou a ser encaminhado o primeiro lote da vacina com a versão atualizada a partir da inclusão da cepa Darwin do vírus influenza A (H3N2).  

A meta do governo para a imunização contra a gripe Influenza é vacinar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários, que incluem crianças, gestantes, puérperas, idosos, indígenas e trabalhadores da saúde. Porém, dez dias antes do fim da campanha, no ano passado, apenas 78% desse público-alvo tinha sido efetivamente vacinado. 

Para incentivar a adesão à vacinação, administradoras de condomínio, como o Grupo Graiche, promovem campanhas estimulando a realização da imunização nesses espaços, facilitando a vida dos moradores, que não precisam se deslocar para receberem a vacina.  

“A questão deve ser discutida com a coletividade, de maneira virtual, por causa da pandemia ou realizar uma enquete com todos os moradores, no nosso caso, através do aplicativo da Graiche, que disponibilizamos gratuitamente aos condôminos. Havendo a aprovação da iniciativa, são coletadas as informações necessárias, como a quantidade de interessados e idade, para posterior contato com clínica que fará a ação”, explica José Roberto Graiche Júnior, vice-presidente do Grupo Graiche. Havendo aprovação, cada morador é responsável pelo pagamento individual por dose da vacina.  

O condomínio cederá um espaço por um período determinado para que os moradores que aprovaram a iniciativa recebam a vacina contra a gripe. “O mais adequado é organizar a vacinação de acordo com a demanda em horários separados por blocos ou final de apartamento, por exemplo. Isso evita filas e a concentração de moradores ao mesmo tempo”, ressalta.  

Graiche lista algumas vantagens de o condomínio contratar o serviço de imunização para os moradores. “A ação traz comodidade, uma vez que não é necessário se locomover até um posto ou clínica; evita aglomerações e possibilita que todos possam se proteger e não somente as pessoas que integram os grupos de risco”, conclui. 

Grupo Graiche

O Grupo Graiche atua há 47 anos nos segmentos de administração condominial, administração de bens imóveis e na intermediação de locação e venda de imóveis. Hoje, a empresa administra quase 800 condomínios, com 90 mil unidades de apartamentos e 5.100 funcionários.  

Com métodos sempre inovadores, eficientes e transparentes na aplicação de recursos, é uma das mais bem-conceituadas empresas do ramo no Brasil, premiada Master Imobiliário. Em constante expansão, seu núcleo de funcionários reúne advogados, economistas, administradores de empresas, contadores, arquitetos e psicólogos. Muitos de seus clientes fazem parte da carteira do grupo há mais de trinta anos. 

Executiva brasileira é responsável global por cirurgia robótica em multinacional americana

Artigo anterior

Rede Santa Catarina se destaca em ranking internacional de hospitais

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News