segunda-feira, julho 22, 2024
Home News App de RA da Cirúrgica Fernandes permite visualizar produtos em tamanho real

App de RA da Cirúrgica Fernandes permite visualizar produtos em tamanho real

por Redação
0 comentário

Todo consumidor, no processo de decisão da compra de qualquer produto, analisa diversos fatores, como preço, procedência, entre outros. Porém, há algo que nunca se altera: a preocupação em conhecer aquilo que se está adquirindo. Isso é ainda mais relevante em mercados específicos, como o de produtos cirúrgicos, que envolve a saúde de outras pessoas. 

Para dar ainda mais subsídios aos clientes, a Cirúrgica Fernandes, pioneira na importação de materiais médico-hospitalares, dominando esse mercado desde 1946 com produtos e serviços de alta qualidade oferecidos para mais de 20 mil clientes, chamou a RD3 Digital, uma das referências do Brasil em realidade aumentada (RA), com o objetivo de conseguir compartilhar com seus parceiros comerciais e profissionais da saúde, dados mais aprofundados sobre os produtos, tais como imagens em 3D, ficha técnica, benefícios no uso e demais informações que o auxiliem no melhor entendimento. Para isso, a RD3 criou formas extremamente fiéis ao produto final, tanto em acabamento quanto em textura.

Baixando o app na Play Store ou na Apple Store, de acordo com a marca do smartphone, o usuário é direcionado para uma página na qual seleciona o produto que deseja ver, com duas opções: em 3D, para ver somente sem fundo; e em Realidade Aumentada, na qual ele se adapta ao local e mostra o produto em tamanho real e com todas as informações dele em apenas um clique.

O programa, desenvolvido em aproximadamente 60 dias pela RD3, apresenta também menu para seleção de experiências em RA, sistemas GP e visualizador 3D, analytics, interações simplificadas e de fácil acesso, além de sistema de foto, vídeo e compartilhamento. Novas atualizações devem ser feitas com o surgimento de novos produtos da empresa.

“A novidade facilita o entendimento no processo de compra, criando mais confiança e compreensão tanto sobre o produto quanto sobre a marca. Ali, o cliente terá acesso a tudo de forma extremamente detalhada. Com uma relação de confiança mais bem estabelecida entre comprador e empresa, justamente pelo acesso a todos os processos e informações, cria-se, ainda, um vínculo de fidelidade, algo muito importante para ambas as partes e imprescindível enquanto negócio”, explica Raphael Magri, um dos sócios da RD3 Digital.

Em um mercado que pode movimentar R$ 370 milhões anualmente no mundo, segundo projeção da IHS Markit publicada pela Agência Brasileira do Desenvolvimento Industrial (ABDI), o investimento em Realidade Aumentada, somado às inteligências virtual e robótica, foi o “tiro certeiro” durante a pandemia. De acordo com a pesquisa da Confederação Nacional da Indústria, divulgada no final do ano passado, 54% das empresas que usam uma das três tecnologias em seus processos internos passaram a lucrar mais ou igualmente ao período anterior à pandemia da Covid-19.

Realidade aumentada ganha força

A RA possibilitou que diversas empresas, como Snapchat e Instagram, criassem ferramentas para “viralizar” nas mãos dos usuários. Nos games, o Pokémon GO se tornou um case de sucesso ao levar milhares de pessoas às ruas para caçar os “monstrinhos”. No varejo, sites de móveis usam a tecnologia para criar ambientes, utilizando a estrutura física onde o usuário se encontra e projetando objetos virtuais realistas, como um sofá ou uma cadeira, em tamanho verdadeiro e com cores e detalhes idênticos ao produto real, o que tira a obrigação da visita física à loja. 

Segundo Magri, a maior prova do sucesso da RA é o interesse de empresas gigantes. “Tendo nomes do mundo tecnológico, como Apple, Google e Facebook, desenvolvendo sistemas próprios de RA, nos mostra o tamanho dessa tendência no mundo. Sem dúvidas, o investimento em tecnologia, em geral, aumentou no planeta, principalmente em RA. Cada vez mais, as pessoas buscam informações, interações e experiências com seu smartphone, e a RA, assim como a Realidade Virtual, possibilita que as marcas impactem, interajam, materializem produtos a distância, ‘gamifiquem’ ações, encantem pessoas, entre muitas outras estratégias de marketing”, conclui.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside