NewsNewsletter

Covid-19: XCMG instala solução que realiza triagem rápida de temperatura corporal

0

Devido ao novo cenário global de pandemia provocado pelo novo coronavírus, o cuidado com a segurança e higiene dos mais de 500 colaboradores tornou-se a preocupação número 1 da XCMG. Por isso, a companhia instalou em sua fábrica uma solução de triagem rápida de temperatura corporal humana da Dyno Security, chamada DYNO DM60-W1.

O equipamento possui funções avançadas e fáceis de operar e manter, com imagem térmica (resolução 384 x 288) e CCD (1080P) que podem ser amplamente utilizadas em diferentes cenários. Também possui a vantagem exclusiva de poder detectar a temperatura humana com uma distância máxima de 10 metros, tornando a DYNO DM60-W1 a solução que oferece a maior distância do mercado, segundo a Dyno Security.

O produto pode trabalhar sob extremas temperaturas (entre 0°C e 40°C), tornando o equipamento aplicável em diferentes regiões e estações do ano. Também possui um blackbody inovador, que suporte aproximadamente 0,3°C de precisão. Além disso, a DYNO DM60-W1 tem a função de reconhecimento facial e alarme de temperatura anormal multiponto, os dados de medição de temperatura podem ser rastreados e pode suportar triagem rápida sem contato, o que pode evitar infecções cruzadas.

“A solução da Dyno Security pode evitar a infecção interna dos nossos colaboradores e ainda reduzir bastante o investimento em custos de mão de obra. Além disso, a solução térmica também contribui com a imagem da marca XCMG, com inovação de alta tecnologia”, disse Gabriel Zeng, da XCMG.

Para Marcio Slizewski, comercial técnico da Dyno no Brasil, o equipamento pode contribuir com os desafios do coronavírus, com menor custo de mão de obra e melhorar a eficiência do gerenciamento. “O DYNO DM60-W1 é uma excelente solução para fábricas, empresas, hospitais com grande fluxo de visitantes, a solução térmica pode reduzir a infecção interna com alcance máximo”, afirmou Marcio.

A XCMG, grupo de empresas na indústria de maquinário de construção da China, chegou ao Brasil em 2004 com o objetivo de introduzir os produtos chineses do setor no país. Foi assim que inaugurou a sua planta em Pouso Alegre, Minas Gerais, com uma área total de 1 milhão de metros quadrados, sendo quatro galpões principais de produção e mais de 10 instalações auxiliares.

A crise e a potencial aceleração da Inteligência Artificial na área da saúde

Artigo anterior

Empresas promovem iniciativas visando momento pós-Covid-19

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News