NewsNewsletter

Um em cada três pacientes do SUS em São Paulo já usa a saúde de forma digital

1

Um em cada três pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) na cidade de São Paulo já usa a saúde de forma digital. É o que aponta balanço feito com base nos dados do aplicativo e-saúdeSP, ferramenta da Prefeitura de São Paulo criada em 2020, logo após o início da pandemia de covid-19.

Segundo a Duosystem, empresa de tecnologia especializada na área de inteligência em saúde responsável pelo desenvolvimento da plataforma digital, o e-saúdeSP atingiu a marca de 2,3 milhões de usuários cadastrados em dois anos, o que representa 30% da população dependente do SUS na capital paulista. A solução também ultrapassou mais de 12 milhões de acessos no período.

Por meio do e-saúdeSP, os cidadãos da cidade de São Paulo podem ter acesso, diretamente no celular, a todos os seus dados clínicos e histórico de passagens pelo SUS, como laudos de exames laboratoriais e de imagem, consultas e receitas realizadas nos equipamentos de saúde do município. Para se ter ideia, até o momento, a plataforma está em uso em mais de 1,5 mil unidades de saúde municipais para o apoio à prática de telemedicina, integrada a outros 18 sistemas, acumulando mais de 230 milhões de registros de atendimento, 40,6 milhões de exames laboratoriais e 2 milhões de exames de imagem.

Na plataforma, o usuário também tem acesso ao @covid, área especial que faz o acolhimento de pacientes com suspeitas ou dúvidas sobre a covid- 19 e permite, ainda, a realização de uma teleconsulta com um profissional de saúde, se for indicado.

Para estimular o paciente no autocuidado, o app também dispõe do serviço “Minha Saúde”, em que o cidadão pode informar dados sobre a sua saúde, como alergias, registros de pressão arterial e outras informações. Além disso, o e-saúdeSP conta com sua carteira de vacinação disponível na ferramenta, com o registro de todas as doses de vacinas tomadas, como a contra covid- 19, febre amarela, tríplice viral, entre outras. Já são 102,2 milhões de registros de vacinação.

Adicionalmente, o passaporte da vacina foi outro diferencial apresentado no e-saúdeSP. Para se ter ideia, durante o lançamento desta funcionalidade no app, em 01 de setembro de 2021, foram registrados mais de 37 mil novos cadastros em um único dia. A utilização da ferramenta na capital, segundo a Duosystem, ampliou a oferta, melhorou as condições de acesso e aprimorou a qualidade dos serviços do SUS para a população da cidade de São Paulo. O alcance do projeto e-Saúde SP, ainda conforme a empresa, apresenta ampla escala de assistência a todas as unidades de saúde do município de São Paulo. Inclusive, o aplicativo foi destaque recentemente, no AI4HealthyCities 2022 (Inteligência Artificial para Cidades Saudáveis 2022), evento que aconteceu na cidade de Basiléia, na Suíça.

Desafio no desenvolvimento do app

Em junho de 2020, no período mais crítico de enfrentamento à pandemia de covid-19, a companhia aceitou o desafio e tornou-se protagonista no desenvolvimento do e-saúdeSP, solução inovadora que aumentou o alcance e a efetividade das ações da gestão municipal no enfrentamento ao coronavírus.

Nesses últimos dois anos, a Duosystem trabalhou no suporte e alta disponibilidade da plataforma tecnológica, superando índices máximos de escalabilidade. O e-saúdeSP é uma ferramenta online 360º que integra dados clínicos, informações sobre a vacinação contra a covid-19, telemedicina, todo o histórico do paciente SUS na capital paulista e o Passaporte da Vacina.

A Duosystem, presente no mercado há mais de 16 anos, ofereceu sua expertise em tecnologia para a idealização do aplicativo. Ela disponibilizou soluções integradoras, como por exemplo, o Saúde+Conectada, que foi utilizada como base para a criação do e-saúdeSP.

A plataforma digital oferecida possui módulos configuráveis de telemedicina, streaming de vídeo, programação da retirada de medicamentos em farmácias e repositório de dados clínicos, que possibilitam a integração em prontuário clínico do histórico de atendimentos, além de exames laboratoriais, de imagem e carteira de vacinação em uma única solução de aplicativo.

Para a Duosystem, o desenvolvimento de soluções inovadoras e pioneiras como o e-saúdeSP colaboram para a transformação digital na área da saúde. “Nossa missão é seguir aliando inteligência à tecnologia, para garantir inovação e a melhor experiência ao acesso e a gestão em saúde”, destaca o presidente da companhia, João Paulo Campi.

IA Forum discute aplicação da inteligência artificial na área de saúde

Artigo anterior

Wearables podem capacitar pacientes, mas barreiras impedem maior adoção

Próximo artigo

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News