NewsNewsletter

Combate ao coronavírus ganha reforço com produtos tecnológicos de biossegurança

0

Apesar dos números da Covid-19 no Brasil apresentarem variação e ligeira queda em alguns dias, ainda não estamos livres da pandemia e o País soma mais de 148 mil mortes e 5 milhões de casos. Assim, a luta para combater o coronavírus e evitar uma nova onda de contaminações e óbitos continua ativa, e agora, conta com reforço da tecnologia. O mercado de soluções em biossegurança ganha novos produtos e aumenta a lista de armas contra vírus e bactérias em geral.

A Turbo Jato, uma empresa paulista de soluções em biossegurança, apresenta ao mercado sua linha de produtos que pode ajudar a enfrentar a pandemia atual, mas também como será importante que eles permaneçam em uso daqui para frente, mesmo que a sociedade vença o coronavírus. Chegam ao mercado a Estação de esterilização por UV-C, o Turbo UV-C e o Sistema sanitizante por ar-condicionado, todos responsáveis por garantir espaços biologicamente seguros e reforçar o combate às doenças causadas por alguns tipos de vírus e bactérias, especialmente aquelas que provocam surtos epidemiológicos e impactam demasiadamente a qualidade de vida das pessoas.

“A empresa nasceu no ponto alto da pandemia, com soluções criadas a partir da adaptação de uma estrutura que já possuímos, como atuantes do segmento de tecnologia e eventos. A medida que a situação foi se agravando, sentimos a necessidade de apresentar novos produtos e serviços para reforçar essa luta e garantir mais saúde e bem-estar às pessoas, especialmente pensando que muita coisa do agora, ficará para sempre na rotina do mundo pós-pandêmico”, conta Daury Moraes, CEO da Turbo Jato.

Os lançamentos e como eles funcionam:

Sistema sanitizante por dutos de ar-condicionado – como o nome sugere, é um sistema que é acoplado ao aparelho de ar-condicionado e que trata o ar antes de ser devolvido ao ambiente e, ao mesmo tempo, emite uma solução em nanopartículas que ficam – imperceptivelmente – suspensas, agindo como sanitizante em tempo real, eliminando os microrganismos do local. É ideal para espaços fechados de grande porte, especialmente os de grande fluxo, e que não possuem adequada circulação de ar natural, como hospitais, shoppings, magazines, aeroportos, rodoviárias, prédios comerciais e/ou condomínios. “Com a solução, nós transformamos um dos vilões da propagação da Covid em herói. Com a tecnologia aplicada ao sistema de ar, conseguimos oferecer biossegurança para o funcionamento de espaços importantes para o desenvolvimento das cidades como, por exemplo, os hospitais e aeroportos”, comemora Daury.

Estação de esterilização por UV-C – equipamento que usa a tecnologia dos raios UV-C para eliminar microrganismos dos calçados. A pessoa sobre no aparelho, aguarda as luzes indicativas do processo e pode pisar no próximo ambiente, seguro de que está com os calçados limpos e desinfectados. Ideal para uso na porta de ambientes fechados com fluxo moderado de pessoas, como escolas, escritórios, lojas e até residências. É uma solução alternativa para os tapetes sanitizantes. “A vantagem é que o produto usa uma tecnologia seca, que, portanto, não molha o solado dos calçados, evitando sujeira no caminho a frente”, aponta o empresário.

Turbo UV-C – aparelho visualmente parecido com um forno micro-ondas, que funciona com tecnologia de raios UV-C para esterilizar objetos. Ideal para o uso em condomínios, prédios comerciais, escritórios e salões de beleza e bem-estar. “Funciona de modo muito similar aos micro-ondas. A gente abre, coloca o objeto lá dentro, fecha, liga e espera o processo terminar. A pessoa pode usar para desinfectar objetos menores como chaves, carteira, óculos e pequenas sacolas ou caixas, por exemplo”, comenta o CEO da Turbo Jato.

Biossegurança – a palavra da vez

Marcos de Andrade, diretor técnico da Turbo Jato e responsável pela equipe em pesquisar, verificar, orientar e testar a eficácia científica/biológica de cada solução, pondera que de maneira geral há diversas técnicas que são utilizadas para eliminar microrganismos como vírus, bactérias e fungos e que essas tecnologias não são exatamente uma novidade, mas a aplicação delas em algumas áreas, sim. “Era comum ver essas tecnologias aplicadas nos laboratórios e na prestação de serviços de saúde. Ou seja, as tecnologias adotadas pela Turbo Jato não são novidades, elas já existiam na indústria. Então, o que fizemos foi a customização destas tecnologias para conseguir desinfectar os mais diversos tipos e tamanhos de ambientes e/ou objetos, de modo a torná-los biologicamente seguros, de forma rápida, segura e relativamente econômica”.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a biossegurança é uma área de conhecimento definida pela como condição de segurança alcançada por um conjunto de ações destinadas a prevenir, controlar, reduzir ou eliminar riscos inerentes às atividades que possam comprometer a saúde humana, animal e o meio ambiente. “É um conceito inicialmente utilizado nas áreas de pesquisa e saúde, mas que ganhou eco na sociedade em função da pandemia atual”, comenta Marcos.

O especialista segue explicando que, em um contexto mais amplo e atual, podemos definir a biossegurança como uma condição na qual são adotadas diversas técnicas e procedimentos de proteção (como barreiras físicas, máscaras, luvas e outros),  limpeza (como a prevenção e remoção de sujidades), desinfecção (por meio do uso de agentes físicos ou químicos para eliminar os microrganismos) e comportamentos (como não ter contato físico, lavar as mãos, etc. ), para minimizar ou eliminar os riscos de que as pessoas e outros seres vivos possam ser contaminados com agentes causadores de doenças. “A questão fundamental, portanto, é garantir que a rotina no ambiente doméstico, no trabalho, transporte, em áreas de lazer e entretenimento etc., seja livre de riscos biológicos, garantindo mais tranquilidade e qualidade de vida”, define.

Serviços

Atualmente, a Turbo Jato oferece serviços de sanitização de espaços com grande circulação de pessoas como escolas, condomínios, estações de trem e metrô, rodoviárias, aeroportos, shoppings, supermercados, bares, restaurantes, casas noturnas e até espaço de eventos.

Entre os serviços mais procurados está a desinfecção de ambientes fechados, realizada por meio da fragmentação de uma solução biocida em milhões de micropartículas que são aplicadas no ar. “Embora as micropartículas permaneçam em estado líquido, elas se comportam como um gás, ou seja, tem pouco peso e baixa atração gravitacional, permanecendo em suspensão durante alguns dias, ampliando o tempo de contato entre a solução biocida e as superfícies, o que resulta na formação de um nano filme homogêneo em 100% da área, abrangendo até locais minúsculos e de difícil acesso, garantindo um nível maior de segurança”, explica Marcos.

Daury conta que o diferencial da atuação da Turbo Jato é ter parceiros expressivos que conferem à empresa a magnitude necessária para atuar em muitas frentes, valorizada pela entrega de qualidade, atestada por marcas de boa reputação. “Temos mais de 50 parceiros trabalhando para levar ao mercado nossos serviços. O diferencial é contar com esses nomes de peso, cada um conferindo ao projeto a sua credibilidade, enquanto referência em suas áreas de atuação, permitindo que a gente ofereça todas as soluções para a retomada da vida nesse mundo pós-pandêmico”, detalha.

Entre os apoiadores da Turbo Jato estão o Instituto de Segurança Humana, Senai, Sebrae e ainda a ONU – Organização das Nações Unidas, que confere ao negócio um selo de segurança humana pela adoção de boas práticas de saúde e bem-estar: 1 dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável, o ODS. Os serviços da empresa contam também com outras certificações importantes de biossegurança, que garantem o cumprimento de todas as normas técnicas estabelecidas pelos órgãos reguladores de cada segmento, como a ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas e Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Unimed Maceió estrutura gestão estratégica na plataforma de BI

Artigo anterior

Setor farmacêutico alerta sobre atraso na rastreabilidade dos medicamentos

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News