quarta-feira, maio 22, 2024
Home News Hospitais e clínicas apostam em aplicações low-code para laudos online

Hospitais e clínicas apostam em aplicações low-code para laudos online

por Redação
0 comentário

Com a correria das emergências hospitalares e o alto fluxo de atendimento, ter agilidade para laudar exames é essencial para o bom andamento de clínicas e hospitais. Pensando nisso, uma empresa de software de gestão na área de saúde, que é responsável pela aplicação de sistemas em grandes hospitais, clínicas e planos de saúde, desenvolveu, junto com a Digital Alchimia, consultoria especializada em aplicações low-code, por meio da plataforma OutSystems, a versão web do seu sistema de laudos médicos.

A nova versão pode ser acessada de qualquer notebook ou tablet usado pelos médicos, radiologistas e transcritores, sem a necessidade de fazer o laudo apenas no desktop que tinha o sistema anterior instalado. Com isso, os médicos e os pacientes ganharam mais agilidade, praticidade e ainda mais segurança. A mudança impactou positivamente mais de 274 mil médicos e radiologistas e cerca de 85 clientes dessa empresa.

“O low-code já vem despontando como o futuro do desenvolvimento de soluções rápidas e agora, mais protegidas. Esse tipo de programação é mais segura do que as desenvolvidas em outras linguagens”, diz Rafael Pereira, especialista em TI e à frente da Digital Alchimia, consultoria responsável pela programação e implementação do projeto. Não à toa, uma das principais empresas mundiais de pesquisa em tecnologia, o Gartner, estima que até 2025, cerca de 70% dos softwares corporativos desenvolvidos no mundo serão baseados na tecnologia low-code.

Segundo Pereira, a versão web trouxe tecnologias atuais como web reativo, layouts responsivos e melhorias de segurança. Além de atualizações que não podiam ser feitas na versão desktop. Com esse projeto, foi possível expandir a base de clientes, além de facilitar a implementação e adoção do laudário — uma vez que não era mais necessário instalar o programa em cada computador de cada médico. “Com o uso do low-code para fazer a versão web do carro-chefe da companhia, a empresa ganhou mais competitividade no mercado, acelerou a entrega de laudos possibilitando o médico realizar o laudo de casa ou do escritório apenas usando notebook, e não precisa mais fazer atualizações o tempo todo uma vez que o sistema é online e integrado em tempo real”, explica o especialista.

Para esse projeto, foram criadas quatro aplicações em low-code, que juntas formam o ecossistema de configuração, edição e ferramenta de trabalho dos médicos na rotina de laudos dos exames. “Dois desenvolvedores especializados nessa tecnologia trabalharam por nove meses para tirar do papel as quatro aplicações que juntas fazem integração com o AWS [Amazon Web Services] para leitura em tempo real das imagens dos exames. A versão web do sistema de laudos conta com tecnologia web sockets, que permite a aplicação online, conversa com o computador do médico e realiza integrações com programas instalados para visualização de imagens. Além disso, o sistema também oferece a opção de o médico gravar o laudo com sua voz ou até mesmo falar o laudo convertendo linguagem em textos (spech to text), sem precisar escrever”, conta Pereira.

Com os desafios da pandemia, em que a telemedicina avançou e possibilitou trazer mais comodidade aos médicos, a companhia, junto com a Digital Alchimia, já tem novos planos para 2023: desenvolvimento do sistema de laudo em uma versão de celular para o médico ter na palma da mão o exame.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside