NewsNewsletter

Tecnologia para saúde compartilhada ajuda a democratizar acesso a atendimento médico de qualidade no Brasil

0

Sete em cada 10 pessoas dependem exclusivamente do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil. Os dados são da Pesquisa Nacional de Saúde realizada pelo IBGE e mostram que cerca de 150 milhões de pessoas não possuem outra forma de acessar serviços de saúde no país. Com a pandemia de covid-19, diversos procedimentos médicos eletivos realizados pelo SUS, como exames e cirurgias, foram suspensos. Só para se ter uma ideia, em 2020, a quantidade de cirurgias realizadas pelo SUS foi 19% menor que em 2019. De acordo com a Sociedade Brasileira de Hérnia, por exemplo, a realização de cirurgias para retirada de hérnia abdominal, um dos procedimentos mais realizados pelo sistema, teve uma redução de 69% de 2019 para 2020. O número de cirurgias de mama também teve uma queda de 43% e as cirurgias relacionadas ao aparelho digestivo caíram 34% no comparativo.

Os altos custos para arcar com um plano de saúde tradicional também acabaram empurrando uma parcela da população para as filas do SUS. Somente entre abril e julho de 2020, início da pandemia no Brasil, mais de 254 mil beneficiários deixaram os planos de saúde médico-hospitalares, de acordo com levantamento do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar. Pensando em oferecer uma alternativa entre esses dois polos e garantir o acesso à saúde de qualidade, a Bewiki desenvolveu o Becare Club, um cartão de benefícios em saúde que oferece uma série de especialidades médicas, exames e procedimentos de baixa e média complexidade com valores acessíveis à população. O CEO da Bewiki, Eduardo Gastaldo, conta que “o objetivo é permitir que as pessoas cuidem da saúde com qualidade e agilidade, sem precisar dispor de valores que são inviáveis para elas”.

A Bewiki é uma proptech une tecnologia e comunidade para oferecer uma plataforma completa com espaços e serviços compartilhados. A startup constrói e gerencia empreendimentos que reúnem todos esses espaços e serviços e disponibiliza o acesso aos usuários por meio de um aplicativo de celular em que o usuário pode escolher a opção que deseja, agendar e efetuar o pagamento. O primeiro hub de compartilhamento da Bewiki está sendo construído no centro de Florianópolis. A vertical de saúde da startup, o Becare, conta com frentes como: o Becare Clínicas, que conecta médicos que estão iniciando sua carreira com pessoas que precisam de atendimento,  e o Becare Club, cartão de benefícios em saúde e bem estar, salas de cirurgias sob agendamento, e o Senior Living, voltado para pessoas que precisam de cuidados especiais.

O Bacare Clínicas é o espaço físico que reúne, no empreendimento de Florianópolis, hospital-dia com 20 consultórios e sete salas cirúrgicas (que serão usados pelos médicos cadastrados), e com uma série de clínicas e estabelecimentos parceiros na região da Grande Florianópolis. Já o Becare Club é um cartão que oferece descontos  de até 60% em serviços oferecidos tanto no Becare Clínicas quanto em estabelecimentos parceiros, que vão desde academias de ginástica até clínicas para realização de exames. Para acessar os serviços, o usuário só precisa baixar o aplicativo, se cadastrar e escolher o plano de assinatura mensal que mais se adequa a sua necessidade. A iniciativa oferece planos em que podem ser registrados até sete dependentes.

O médico responsável pela vertical, Henrique Dagostin, explica que, além da parte médica, o usuário também conta com um concierge de saúde, um profissional que otimiza o tempo de médicos e pacientes. “O objetivo do Becare é oferecer qualidade de vida para seus usuários, entendendo a saúde como uma questão 360, que vai desde a prevenção, com alimentação saudável, exercícios físicos e check-ups, até a solução de um problema de saúde”, comenta Dagostin.

O espaço físico do Becare Clínicas ainda está em fase de finalização, porém o modelo já está sendo testado na Grande Florianópolis, região sede do primeiro empreendimento da Bewiki. O espaço deve ser finalizado no final de 2021 e aí as consultas e os procedimentos cirúrgicos são feitos na sede da Becare e os exames são realizados em clínicas parceiras. Atualmente, já são mais de 90 especialidades médicas disponíveis, mais de 1000 procedimentos cadastrados e mais de 25 clínicas da região conveniadas. A previsão é que, no empreendimento no Centro de Florianópolis, nos 20 consultórios do Becare Clínicas, sejam atendidas em média 400 pessoas por dia. Além disso, o empreendimento terá sete salas de cirurgia, que devem realizar de 500 a 800 procedimentos por mês.

Além da unidade no Centro de Florianópolis, a Bewiki também tem projeto para desenvolver uma nova unidade no Norte da Ilha, próxima ao Sapiens Parque, e em outros estados do Brasil, como Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. A expansão, conta Gastaldo, vai ajudar a levar o modelo de saúde compartilhada para outras regiões e permitir que mais pessoas tenham acesso à saúde de qualidade por valores acessíveis.

 

Tudo que é essencial para o dia a dia em um único lugar

Além do Becare, os empreendimentos da Bewiki contam com outras cinco verticais que reúnem espaços e serviços essenciais para o cotidiano:

*Behome – studios por assinatura completos e prontos para morar ou hospedar-se

*Bework – escritórios por assinatura, caixa postal virtual e salas sob demanda

*Becare – cartão de benefício em saúde (assinatura) e hospital dia em que podem ser realizadas consultas, exames e procedimentos médicos de baixa complexidade + Senior Living por assinatura com serviços de saúde continuados

*Bemarket – espaço gastronômico com cozinha compartilhada, bares, restaurantes e mix de outros serviços

*Bemobi – carros por assinatura com IPVA, licenciamento e seguro inclusos

*Bepark – estacionamento compartilhado entre usuários e visitantes

Todas essas opções ficam disponíveis em um aplicativo de celular para que o usuário escolha o que deseja utilizar, agende o período e efetue o pagamento. Depois disso, ele acessa tudo que escolheu diretamente no empreendimento da Bewiki. “O objetivo da Bewiki é oferecer qualidade de vida para seus usuários, permitindo que eles usufruam de espaços e serviços de excelência, com valores justos, e sem precisar se deslocar para diferentes lugares da cidade para fazer suas atividades do dia a dia”, completa Gastaldo.

Acordo firmado pela Prosus permite funcionamento de PET Scan no Hospital de Base

Artigo anterior

Distorções no setor de saúde ampliam durante a pandemia, revela estudo da ABRAIDI

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News