quarta-feira, abril 24, 2024
Home News Viveo registra Ebitda ajustado recorde de R$ 251,1 milhões no 2º trimestre

Viveo registra Ebitda ajustado recorde de R$ 251,1 milhões no 2º trimestre

por Redação
0 comentário

A Viveo comunicou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o balanço financeiro referente ao segundo trimestre, o primeiro reporte após a conclusão da oferta pública de ações primária e secundária (follow-on), realizado no início do mês, que teve forte demanda do mercado e confirmou a confiança dos investidores no direcionamento estratégico da companhia como um dos principais players da saúde. A operação levantou R$ 1,2 bilhão, com a entrada de R$ 778 milhões de oferta primária que serão destinados ao crescimento orgânico e inorgânico.

No segundo trimestre, a Viveo registrou receita líquida de R$ 2,5 bilhões, avanço de 30,2% em relação ao mesmo período do ano anterior. O Ebitda ajustado de R$ 251,1 milhões, com margem ajustada recorde de 9,9% refletindo a melhora da margem bruta e a captura das sinergias que reforça a estratégia da companhia de maximizar a rentabilidade dos negócios. Já o lucro líquido ajustado foi de R$ 66,3 milhões, um crescimento de 1,8% acima do segundo trimestre.

Os destaques no trimestre foram, principalmente, o canal de varejo, que mais uma vez registrou crescimento de duplo dígito (+11% versus o segundo trimestre de 2022), e o canal de serviços, com o maior crescimento entre os canais, representou um incremento de 422% de receita líquida, com destaque para as empresas de manipulação. O canal de serviços já é o segundo maior canal em receita líquida da companhia e representa 10% do top line.

O montante de sinergias capturado no período alcançou R$ 18,7 milhões, sendo R$ 44,1 milhões no primeiro semestre. “Nos últimos três anos, concluímos 25 aquisições e trabalhamos com foco em promover a sinergia dessas empresas. Isso, junto com a nossa disciplina e estratégia comercial, fez com que nosso retorno do capital investido [ROIC] atingisse 24,1% no trimestre”, celebra Leonardo Byrro, CEO da Viveo.

No segundo trimestre, a Viveo também concluiu a compra da Neve Hospitalar, empresa de produtos hospitalares de alta eficiência, tecnologia e performance, por R$ 66,5 milhões. Foram adicionadas quatro novas linhas de produtos ao portfólio (cirúrgico, ortopédico, paramentação e linha de proteção). Assim, ao lado da Cremer, o movimento reforça a liderança da empresa nesse mercado. “A Neve é reconhecida no segmento hospitalar por sua qualidade e segurança e possui muita sinergia com nossas operações”, ressalta Flavia Carvalho, diretora de RI e M&A da Viveo.

Com as recentes aquisições, a Viveo ampliou o portfólio de produtos e serviços e trouxe novos modelos de negócios que ampliaram sua participação no mercado da saúde. Isso posiciona a companhia cada vez mais como um ecossistema que promove soluções completas para clientes e parceiros de negócio. “Estamos colhendo frutos da estratégia dos últimos anos e confiantes que caminhamos na direção certa”, reforça Byrro.

Nesse trimestre, a companhia seguiu com uma estrutura de capital sólida. O indicador dívida líquida/Ebitda ajustado proforma foi de 2,67 vezes no segundo trimestre, isso sem considerar os recursos da oferta pública que ocorreu após o encerramento do trimestre. Considerando os recursos da oferta primária, a alavancagem teria sido de 1,82 vez.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside