Home News Contra a dengue, biotech brasileira lança campanha de vigilância epidemiológica baseada em análise de dados

Contra a dengue, biotech brasileira lança campanha de vigilância epidemiológica baseada em análise de dados

por Redação
0 comentário

A biotech Hilab, especialista em tecnologia diagnóstica e saúde digital, anunciou o lançamento da DataDengue, campanha de vigilância epidemiológica que visa conscientizar a população e o mercado de saúde sobre a importância da análise de dados para prevenir e combater casos de dengue. A ideia da ação é transformar a coleta e a interpretação de informações em uma ferramenta que auxilia os estabelecimentos de saúde no atendimento à população de forma efetiva, especialmente em momentos de alta demanda.

A iniciativa acontece diante de um cenário em que mais 2,9 milhões de casos de dengue foram registrados no mundo em 2023, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde). O Brasil lidera esse ranking, com mais de 1,6 milhão de casos no ano passado, um aumento superior a 15% em relação ao número aferido em 2022, aponta a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

Como parte das iniciativas da Campanha, no final de janeiro, um painel de vigilância epidemiológica ficará disponível para acesso no site da Hilab e trará informações atualizadas sobre o cenário da dengue no Brasil. Será possível acompanhar números totais de casos no Brasil, com a possibilidade de filtrar por Estado e município, além de dados como óbitos e volume de buscas pelo assunto no Google Trends.

“Com a campanha DataDengue, queremos mostrar a força que a interpretação correta e o acompanhamento de dados epidemiológicos têm no combate à Dengue. Com os dados que iremos disponibilizar será possível acompanhar a evolução do vírus no país, traçar perfis epidemiológicos e até mesmo prever possíveis surtos em determinadas regiões. Profissionais de saúde de diversos ramos e até mesmo a comunidade geral poderão acessar o painel e ter clareza de como está a situação da doença na sua região, podendo assim, promover protocolos mais eficientes de prevenção.” comenta Dr. Bernardo Almeida, infectologista e diretor médico da Hilab.

Além do painel online, clientes e parceiros da biotech receberão conteúdos educativos sobre a dengue, com foco na prevenção baseada na análise de dados. Já para apoiar os esforços de prevenção à doença junto à população, a empresa irá disponibilizar para farmácias uma cartilha online com um protocolo de atendimento para casos suspeitos de dengue. Entre as ações, também será incentivada a realização de exames do tipo Point-of-Care Testing, essenciais para o rápido diagnóstico e tratamento médico. Entre as opções da Hilab disponíveis, inclusive nas farmácias, estão o Hemograma, indicado para casos mais graves, mas também o exame próprio para detecção de Dengue.

Dengue no Brasil e no mundo

Em 2023, Espírito Santo, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e Goiás foram as unidades federativas que tiveram maior incidência de casos de dengue no Brasil. Do total constatado em território nacional no ano passado, 1.474 foram de casos de dengue hemorrágica, o tipo mais grave da doença. Na América Latina, o País é o segundo com o maior número de registros de dengue hemorrágica, atrás apenas da Colômbia, que registrou 1.504 casos desse tipo.

Tecnologia para o combate à doença

Em maio de 2023, o município de Lupionópolis, no interior do Paraná, viveu um surto de dengue, com mais de mil casos em sua população de, aproximadamente, 5 mil habitantes, segundo um boletim da secretaria responsável. Seguindo a orientação do Ministério da Saúde, a prefeitura passou a realizar um hemograma a cada quatro horas nos pacientes agudos, visando oferecer tratamento adequado. Para cumprir esse procedimento, a administração local adquiriu exames do tipo Point-of-Care Testing, essenciais para o rápido diagnóstico e tratamento médico.

Com isso, o atendimento médico de emergência foi centralizado em um posto do município, que passou a ser dedicado aos casos mais graves. No local, para realizar uma parte das análises clínicas, os profissionais de saúde passaram a utilizar o Hilab Lens, um dispositivo exclusivo, inovador e de alta tecnologia. A solução, que funciona por punção capilar, apenas com algumas gotas de sangue, é a única capaz de realizar o hemograma completo do tipo Point-of-Care e gerar resultados em até 25 minutos, com dupla verificação por inteligência artificial (IA).

Com equipamentos disponíveis 24 horas, o posto municipal equipado com o dispositivo Hilab Lens possibilitou monitorar, em tempo real, o estado de cada paciente e as alterações mais importantes do ciclo da dengue, evitando os riscos e as complicações de uma piora no quadro.

Além de dispositivos como o Hilab Lens, a Hilab também conta com uma plataforma proprietária que armazena os dados de cada paciente em nuvem, o que permite criar painéis personalizados para os clientes. Com essa plataforma, a biotech brasileira vai além da realização de exames ao transformar os dados coletados em insights de saúde.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias