NewsNewsletter

Vigilantes do Sono firma parceria com Grupo Fleury

0

A startup, Vigilantes do Sono, primeiro programa digital de terapia cognitiva-comportamental para insônia (TCC-I) no Brasil, fechou parceria com o Grupo Fleury, uma das maiores organizações de saúde do país. A ação em conjunto, visa melhorar a saúde e o bem-estar dos colaboradores.

Com mais de 11 mil profissionais e cerca de 3 mil médicos, o grupo possui 260 unidades de atendimento por meio das marcas: Fleury Medicina e Saúde, a+ Medicina Diagnóstica, Clínica de Olhos Dr. Moacir Cunha, Centro de Infusões Pacaembu (CIP), Weinmann Laboratório, Serdil, Clínica Felippe Mattoso, Labs a+, Lafe, Diagnoson a+, Diagmax, Instituto de Radiologia de Natal, CPC e Inlab.

De acordo com o coordenador de psicologia do Grupo Fleury, Carlos Bonilla, a pandemia tem aumentado o estresse da maioria da população, o que piora a qualidade do sono. “Diante desse cenário buscamos um parceiro para apoiar os nossos esforços em promover uma melhor ação em benefício à saúde e bem-estar dos nossos colaboradores”, comenta Bonilla.

Ainda segundo Carlos, a Vigilantes do Sono permite oferecer de forma prática e eficiente apoio a quem padece dessa dificuldade, bem como, reduzir os efeitos causados em decorrência da qualidade do sono, como irritação, dificuldades de concentração e sonolência. “Por meio do programa da Vigilantes do Sono podemos atuar na melhoria da saúde mental dos colaboradores do grupo”, ressalta o executivo.

Cerca de 97% dos funcionários do grupo Fleury, participaram de um levantamento realizado pela empresa, sendo que 40% decidiram ingressar no programa de melhoria do sono. Para as pessoas que engajaram no programa, houve uma redução de 40% no índice de insônia, 53% de redução no índice de ansiedade e 60% de redução no índice de depressão. O NPS médio do programa é de 9.2

Para Lucas Baraças, fundador da Vigilantes do Sono, as preocupações do dia-a-dia, associadas com responsabilidades e hábitos ruins prejudicam bastante a qualidade do sono e consequentemente o desempenho das atividades no dia seguinte. “Por isso, desenvolvemos um programa para que as empresas possam melhorar a qualidade do sono de suas equipes e, desse modo, reduzir o problema da insônia e saúde mental no Brasil”, comenta Lucas Baraças, fundador da Vigilantes do Sono.

Com uma solução que alia Ciência Comportamental e Inteligência Artificial (AI), a Vigilantes do Sono é o primeiro programa digital de terapia cognitivo-comportamental para insônia (TCC-I), voltado para pessoas com insônia no Brasil. Recentemente a startup desenvolveu um aplicativo com método que auxilia nas mudanças no comportamento, proporcionando a quem tem dificuldades para dormir melhora na qualidade do sono, sem o uso de medicamentos.

Farmácias passam a oferecer check-up para pacientes que já tiveram Covid

Artigo anterior

Mais de mil famílias já foram beneficiadas com exames genéticos gratuitos

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News