quinta-feira, abril 18, 2024
Home Gestão Blau bate recorde de Receita no 4T23, com Margem Líquida de 18% no ano

Blau bate recorde de Receita no 4T23, com Margem Líquida de 18% no ano

Aquisição do Bergamo, empréstimo conversível para Prothya, pipeline robusto de PD&I, M&As e aumento de capacidade contribuem com os resultados

por Redação
0 comentário

A Blau Farmacêutica registrou dois importantes dados em 2023: recorde de Receita trimestral no 4T23 avançando nos principais indicadores vs. 3T23 e realizou investimentos relevantes, principalmente com a aquisição do Bergamo, empréstimo conversível para Prothya, pipeline robusto de PD&I e aumento de capacidade produtiva – em linha com o planejamento estratégico, ao investir mais de R$ 670 milhões no ano passado. Com aumento de portfólio após aquisição do Bergamo e lançamentos, com diferentes maneiras de go-to-market, a Companhia também mudou sua estrutura organizacional, agora segmentada em 4 Unidades de Negócios (BUs): Onco-Hemato, Especialidades, Estética e, Farma; além das operações internacionais, visando acelerar o crescimento, com times mais focados nas áreas de interesse.

“Mesmo em um cenário ainda desafiador, mas sempre bastante resiliente, seguimos focados na ótica de longo prazo, com investimentos importantes em projetos de aumento de capacidade, PD&I e expansão dos negócios internacionais, alinhados com nosso planejamento estratégico. Chegamos a uma Receita Líquida recorde de R$ 387 milhões no 4T23, maior nível em um trimestre, com 7% de crescimento em relação ao trimestre imediatamente anterior (3T23). Já o ano foi fechado com Receita Líquida de R$ 1,4 bilhão, mesmo patamar de 2022, devido ao crescimento das novas fontes de receita e afiliadas LATAM, que contribuíram para amenizar o impacto do cenário mais competitivo e mercado desregulado. Fico muito feliz de comunicar que, mesmo com esses desafios, nós fechamos o ano com um Lucro Líquido de R$ 247 milhões e Margem Líquida de 18%”, afirma Marcelo Hahn, CEO da Blau Farmacêutica.

Um dos investimentos de 2023 em destaque foi a aquisição do Bergamo, consolidado a partir do 3T23, que endereça a capacidade necessária principalmente na linha de Oncológicos liofilizados, que representam 80% do mercado endereçável total do pipeline de lançamentos esperados para 2024. Com isso, Blau e Bergamo passam a deter um dos portfólios mais completos no segmento Onco-Hemato, com uma das maiores capacidades produtivas do Brasil e um mercado endereçável total de aproximadamente R$ 10,6 bilhões.

PD&I

Os investimentos em PD&I representaram R$ 148 milhões ou cerca de 11% da Receita Líquida de 2023 (5% em 2022), impulsionados pelo projeto dos anticorpos monoclonais (MABs) que serão transformacionais para a Companhia a partir de 2028. Com mercado endereçável total de cerca de R$ 5,6 bilhões no Brasil (USD 42 bilhões global), os MABs são produtos de longo tempo de desenvolvimento, mas com alto valor agregado, menor concorrência e sem restrições territoriais para venda para outros países.

“No ano passado, obtivemos a aprovação de 15 novos medicamentos na ANVISA e 17 na América Latina. Também iniciamos a produção e comercialização de cinco novos produtos no Brasil, com um mercado endereçável próximo a R$ 200 milhões, e continuamos focados em manter um pipeline robusto em desenvolvimento”, ressalta o CEO da Blau Farmacêutica.

Novo ciclo de crescimento

Cautelosamente otimista para 2024 e por estar em um dos maiores mercados do mundo (Brasil foi o 6° maior mercado farmacêutico em 2023), a Blau espera iniciar um novo ciclo de crescimento, com maior contribuição das novas fontes de receita e suportado pelos investimentos dos últimos anos que começam a dar resultado: Bergamo, com otimização gradual da planta; P210 rodando em um estágio mais avançado de maturação, mais novas linhas na Blau Cotia e Blau São Paulo; Pipeline de mais de R$ 7 bilhões de 2024-2027; Anticorpos monoclonais com mercado endereçável total no Brasil de R$ 5,6 bilhões a partir de 2028; Novo Go-to-Market em 4 BUs para acelerar o crescimento: Onco-Hemato, Especialidades, Aesthetics e Farma; Continuidade da expansão dos negócios internacionais com Hemarus e Afiliadas LATAM. Tudo isso com uma sólida posição financeira para seguir o planejamento.

“Dentro deste processo, a expansão das operações internacionais deve seguir visando crescimento das exportações para as afiliadas LATAM, assim como a continuidade da expansão e maturação dos centros de coleta de plasma da Hemarus. Já a Prothya segue evoluindo de maneira acelerada seus resultados, atingindo o recorde de Receita de EUR 318 milhões em 2023 – crescimento de mais de 30% em relação a 2022 – sendo peça importante no processo de internacionalização da Blau”, reforça Hahn.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside