InovaçãoNewsNewsletter

Memed cria funcionalidade inédita com alertas medicamentosos para aeronautas em receita médica digital

0

Memed, empresa líder no mercado de receita médica digital, acaba de anunciar a mais nova funcionalidade de alerta de medicamentos inadequados para profissionais da aeronáutica. O objetivo da nova função é garantir a segurança do paciente no que se refere a prescrições de medicamentos que possam intervir na prática da profissão, bem como auxiliar o médico na obtenção de informações confiáveis que apoiem a tomada de decisão neste sentido. 

De acordo com o Head de Inteligências Clínicas da Memed e líder do projeto, Fábio Tabalipa, a principal motivação para a criação desta funcionalidade é atender a uma nova classe de profissionais e pacientes da área. “A Docway, um dos nossos parceiros e referência em saúde digital e telemedicina, que atua como verdadeiro impulsionador e provedor de inovação no setor, fechou contrato com uma grande companhia aérea brasileira, e esse foi um importante evento que nos fez colocar em pauta o desenvolvimento desta desafiadora funcionalidade. Nossas principais motivações foram acolher essa nova população de usuários, ou seja, médicos que atendem pacientes aeronautas, como pilotos, por exemplo, e o potencial impacto à segurança dos pacientes e terceiros, que pode advir de interferência medicamentosa”, explica Tabalipa. 

Uso de Inteligência Artificial  

Para a elaboração do projeto, foi realizada uma curadoria otimizada por Inteligência Artificial (IA), que auxilia na detecção de informações na bula acerca do uso de cada medicamento em profissões de risco. Essa IA foi gerada a partir do uso de processamento de linguagem natural e redes neurais para averiguação de dados em bula, e possui um amplo potencial de expandir seus aprendizados para demais domínios de informação farmacêutica. Além de Fábio Tabalipa, o projeto contou com a participação das especialistas em farmácia da Memed, Giovanna Rodrigues e Maite Dias. 

Para Tabalipa, a nova funcionalidade, além de inédita para o setor de saúde, tem potencial para auxiliar no atendimento de profissionais de outras áreas que também contam com restrições medicamentosas. “O resultado do desenvolvimento foi a geração de uma inteligência que alimenta uma funcionalidade inexistente em qualquer outro sistema de tecnologia em saúde. Esse projeto trouxe muitos aprendizados para que possamos expandir ainda mais esse recurso para outros perfis profissionais e condições clínicas”, comenta. 

Aplicação da nova plataforma na receita médica digital da Memed 

No momento do atendimento do profissional com atividade aeronáutica, o médico indicará esse perfil profissional junto às informações do paciente. A partir daí, no momento em que o médico adicionar medicamentos à prescrição, o sistema fará varreduras para verificar se o fármaco faz parte da lista impeditiva curada por especialistas, emitindo o alerta e justificando o aviso com um texto de apoio, além da devida fonte referenciada. A funcionalidade será disponibilizada para todos os usuários do Memed standalone e ainda aos usuários de sistemas parceiros, além de se unir a outras inteligências já existentes na plataforma da Memed, como a de interações medicamentosas, por exemplo. 

O especialista ressalta que a funcionalidade tem como objetivo oferecer suporte aos profissionais, e não ser objeto de decisão final para o atendimento. “É importante frisar que a lista, apesar de robusta, pode não ser exaustiva, e respeitamos a decisão do médico em última instância. Ou seja, esta inteligência é um apoio à decisão do profissional e não uma substituição de julgamento clínico”, finaliza Tabalipa. 

Laura e MSD lançam ferramenta com IA para melhoria do cuidado ao paciente

Artigo anterior

Modelo inovador leva digitalização 360° às pequenas e médias farmácias

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar