NewsNewsletter

Cade aprova venda da Extrafarma para Pague Menos; rede se torna a 2ª maior do país

0

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou na quarta-feira, 22, a venda da Extrafarma para a Pague Menos. A operação de R$ 700 milhões foi anunciada em maio do ano passado e torna a Pague Menos a segunda maior rede de farmácias do país.

A Pague Menos é uma rede com atuação em todo território nacional no mercado de distribuição de medicamentos, cosméticos e produtos de higiene pessoal. Já a Imifarma Produtos Farmacêuticos e Cosméticos, cujo nome fantasia é Extrafarma, atua no varejo farmacêutico em dez estados brasileiros, e no atacado de medicamentos e produtos de higiene pessoal, beleza e cosméticos. Além disso, distribui medicamentos, cosméticos e produtos de higiene pessoal, atendendo, primordialmente, suas próprias farmácias.

A Superintendência-Geral do Cade encaminhou para análise do tribunal da autarquia ato de concentração referente à compra da rede de drogarias Extrafarma pela Pague Menos. O parecer, assinado em 7 de maio, recomenda que a operação seja aprovada condicionada à celebração de Acordo em Controle de Concentrações (ACC) com medidas que preservem a concorrência no setor de farmácias. Ou seja, os pontos de vendas da Extrafarma em oito cidades com menos de 200 mil habitantes no Nordeste — cinco no Ceará, dois no Maranhão e um no Rio Grande do Norte — terão que ser vendidos.

Durante a análise do ato de concentração, os conselheiros do Cade identificaram que as redes envolvidas no negócio estão presentes ao mesmo tempo em 37 mercados municipais e em 130 mercados por bairros. Desse universo, em 16 mercados municipais e 52 mercados por bairros observou-se uma maior concentração derivada da operação superior a 40%, o que suscitou aprofundamento da análise concorrencial nessas localidades.

Nesse contexto, a avaliação da superintendência teve como foco apurar as barreiras à entrada no mercado. Ou seja, centrou-se em identificar os fatores que representam potenciais obstáculos para que uma empresa concorrente comece a atuar no setor nas regiões analisadas.

Diante disso, com o objetivo de afastar os problemas identificados, as redes Pague Menos e Extrafarma apresentaram proposta de celebração do ACC com sugestão de desinvestimento que, na avaliação da Superintendência-Geral, é capaz de acelerar a entrada de rivais efetivos no mercado de maior preocupação, o que pode permitir a aprovação da operação com restrições.

Setor de produtos para a saúde cresce 20% com alta no consumo no primeiro trimestre

Artigo anterior

Unimed Caruaru chega a mais de 7 mil agendamentos de consulta via chatbot

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News