NewsNewsletter

Com financiamento, startups ampliam serviços de combate ao coronavírus

0

Dos moradores da favela de Paraisópolis às aldeias indígenas no Xingu. Startups financiadas pela Guide Investimentos, uma das principais plataformas de investimento do Brasil, têm ampliado seu escopo de atuação para auxiliar no combate ao novo coronavírus

Na campanha, batizada de Ideias que Guiam, a Guide vem dobrando semanalmente desde maio o valor arrecadado a três projetos em um financiamento coletivo que está sendo realizado por meio da plataforma Kickante. “Com a ajuda da Kickante, optamos por escolher aquelas startups que têm o potencial de manter sua atividade mesmo após o cenário de pandemia”, conta Fernanda Giulietto, head de Marketing da Guide. São eles: Missão Covid, Ventilador Pulmonar para Muitos e Oximetria Remota.

Desde o início da campanha, o Missão Covid já prestou primeiros socorros gratuitos e online a 65 mil suspeitos de estarem infectados pelo novo coronavírus. É uma ferramenta muito importante para as pessoas identificarem os sintomas e decidirem se devem ir a um hospital, evitando contaminação e a superlotação do sistema de saúde. “Esses recursos estão sendo destinados principalmente ao lançamento do Missão Covid Indígena, dedicado a atender índios, aldeados ou não, via telemedicina. Agora, essa população passa a receber o auxílio dos 1.300 médicos voluntários cadastrados e capacitados pelo nosso projeto”, conta Cristiano Kanashiro, CEO da GO.K e um dos fundadores do Missão Covid. A articulação foi realizada em conjunto com a equipe de saúde indígena do Projeto Xingu da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Já o projeto de oximetria remota, realizado pela Biologix, monitora pacientes com suspeita de Covid-19 por meio de um aplicativo e um oxímetro. O equipamento serve para medir indiretamente a quantidade de oxigênio no sangue. Assim, fornece em tempo real importantes parâmetros fisiológicos como saturação de oxigênio e frequência cardíaca. Enviados à distância para a análise de médicos, os dados são valiosos para a avaliação de paciente. “A participação da Guide no nosso projeto de arrecadação foi fundamental para expandirmos nosso trabalho para as comunidades mais carentes, como o caso da Paraisópolis, em São Paulo. Aumentamos o volume de pacientes sendo monitorados, deixando as pessoas contaminadas com Covid-19 mais seguras, tanto em casa quanto em alojamentos de isolamento”, revela Talita Salles, gerente de Marketing da Biologix. Foram ampliados os números de kits de monitoramento disponíveis, e espera-se que o projeto seja levado a comunidades carentes de outras cidades, como o Rio de Janeiro

Equipamentos fundamentais no atendimento às vítimas da pandemia, os respiradores também foram contemplados. O projeto, realizado por mais de 20 profissionais de diferentes instituições, como a UFMG e a empresa Arkmeds, avalia a ventilação pulmonar para realizar reparos e a validação de respiradores. Também faz o monitoramento necessário para a ampliação do uso do aparelho para mais de uma pessoa ao mesmo tempo.  É o chamado “split”, quando múltiplos pacientes estão conectados ao mesmo respirador. Segundo os idealizadores do projeto, a cada R$125,00 a uma vida pode ser salva.

Doações 

As contribuições podem ser feitas pelo site https://ideiasqueguiam.kickante.com.br/ via boleto ou cartão de crédito.

UnitedHealth Group Brasil soma mais de 30 mil atendimentos de telemedicina por mês

Artigo anterior

Startup recebe financiamento de US$ 100 milhões para monitoramento de saúde

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News