quinta-feira, maio 30, 2024
Home Negócios Biomm inaugura fábrica que atenderá demanda de insulina no Brasil

Biomm inaugura fábrica que atenderá demanda de insulina no Brasil

por Redação
0 comentário

A Biomm inaugurou nessa sexta-feira,26, a sua fábrica em Nova Lima (MG), que iniciará a produção da insulina glargina (Glargilin). Com investimentos de R$ 800 milhões, a unidade foi projetada para atender às mais altas normas de qualidade e terá capacidade para suprir a demanda nacional desta insulina, favorecendo o acesso dos pacientes com diabetes ao tratamento. O Brasil é um dos países com a maior incidência de diabetes no mundo, com 15,7 milhões de pacientes adultos, segundo o Atlas da Federação Internacional de Diabetes (IDF).

A fábrica tem capacidade para produzir 20 milhões de unidades de carpules (refis) — e, em breve, de canetas – de insulina glargina por ano. Além disso, também tem capacidade para fabricar 20 milhões de frascos de outros biomedicamentos como, por exemplo, a insulina humana recombinante. Com 12 mil metros quadrados de área construída, deverá criar 300 empregos diretos e 1.200 indiretos, beneficiando 6 mil pessoas. Atualmente, emprega 100 colaboradores.

O processo de produção da fábrica de Nova Lima é meticulosamente controlado e monitorado em todas as etapas para garantir a máxima qualidade e segurança do produto. Envolve a formulação (na qual a matéria-prima é pesada e misturada de acordo com as especificações), filtração esterilizante e envase em frascos ou carpules, seguindo os padrões assépticos para garantir a esterilidade do produto. Por fim, o produto é inspecionado pelos controles de qualidade dos laboratórios microbiológico e fisioquímico, ambos altamente qualificados, e embalados para serem destinados ao mercado.

O foco da Biomm, uma companhia 100% nacional, fundada em 2001, está na oferta de fármacos acessíveis para o tratamento de doenças crônicas no país. Os medicamentos biológicos são feitos de moléculas criadas com organismos vivos, diferentemente dos medicamentos químicos tradicionais, e apresentam eficácia e segurança comprovadas cientificamente.

“A Biomm sempre atuou no sentido de ampliar o acesso a biomedicamentos de alta qualidade, seguros e eficazes para diversas doenças crônicas. Com o início da produção de Glargilin, poderemos contribuir de forma ainda mais significativa para o tratamento da diabetes no país”, afirma Heraldo Marchezini, CEO da companhia.

“O país tem uma demanda crescente de medicamentos que precisa ser atendida, no sentido de promover mais saúde e mais qualidade de vida à população, à medida que a longevidade aumenta. Portanto, seguimos firmes no propósito de fortalecermos o nosso portfólio de produtos, tendo em vista as demandas ainda não atendidas”, complementa Walfrido Mares Guia, fundador e membro do conselho de administração da Biomm.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias