InovaçãoNewsletter

Plataforma da PUCRS auxilia a identificar sintomas da Covid-19

0

Com objetivo de gerar informações importantes para o combate ao coronavírus e entender a sua provável distribuição no espaço geográfico de Porto Alegre, mais de 50 profissionais da PUCRS, do InsCer e do Hospital São Lucas (HSL) desenvolveram o InCare. A plataforma não substitui a necessidade de atendimento médico, mas visa fornecer uma primeira orientação complementar, pautada em conhecimentos sequenciados de médicos e de agentes de saúde.

A DBServer, empresa sediada no Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc), foi a responsável pela criação do site, elaborado com a participação da força-tarefa. A ideia surgiu da necessidade de ajudar as unidades do sistema de saúde, de forma geral. Os dados obtidos pelo InCare poderão auxiliar previamente no mapeamento e análise de suspeitas de contaminação por sexo, idade e sintomas. A avaliação também leva em consideração se os respondentes fizeram alguma viagem recente, o que potencializaria a possibilidade de exposição à Covid-19.

No site, estão disponíveis informações sobre o que é o coronavírus; quais são e como identificar os sintomas; formas de transmissão; e como se prevenir. Os dados obtidos de forma anônima, cruzados com outros tantos possíveis, resultam em informações importantes para as tomadas de decisões relacionadas à contingência do vírus e a um melhor atendimento.

A força-tarefa

Mais de 50 profissionais e pesquisadores da PUCRS, incluindo docentes da Escola de Medicina, da Escola de Ciências da Saúde e da Vida, da Escola de Humanidades, da Escola Politécnica, do Instituto do Cérebro do RS (InsCer), do Parque Científico e Tecnológico (Tecnopuc) e do Hospital São Lucas estão mobilizados na busca de soluções para diferentes questões que envolvem a pandemia do novo Coronavírus.

Participam do grupo responsável pelo projeto do InCare os profissionais Regis Alexandre Lahm, Rafael Prikladnicki, Everton Quadros, Guilherme Brito, Mirian Rosa, Andressa da Silva, Yasmin Noronha, Tatiana do Nascimento Ximenes, Mauricio Portela de Melo e Marcos Vinicius Costa.

Startup paranaense desenvolve sistema inédito para medição de temperatura corporal

Artigo anterior

Prevent Senior adota solução de IA para detectar lesões de Covid nos pulmões

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar