InovaçãoNewsNewsletter

Prevent Senior adota solução de IA para detectar lesões de Covid nos pulmões

0

Na pandemia, com o acúmulo de pacientes e dezenas de radiografias de tórax realizadas em sequência, é possível que nos casos onde as lesões por covid ainda sejam minúsculas e em locais pouco usuais, elas passem despercebidas mesmo aos olhos do mais experiente dos radiologistas.

Para resolver esse problema, a rede Prevent Senior adotou o software de inteligência artificial Insight CXR 3, da empresa sul-coreana Lunit, que desde março já foi usado para analisar mais de 3 mil radiografias. A análise das radiografias pelo programa de IA demora meio minuto. O tempo de envio da radiografia, sua análise e seu retorno ao clínico que atende a paciente dura até 3 minutos.

Ele tem precisão de 97% a 99%. Gera informações de localização das lesões detectadas na forma de mapas de calor (imagens em anexo), escores de anormalidade que refletem a probabilidade de a lesão detectada ser anormal e um “relato de caso” que resume o resultado da análise por cada achado, como forma de auxílio aos médicos no diagnóstico de Covid e outras doenças.

De acordo com a Lunit, sua ferramenta já foi usada para analisar mais de 3 milhões de radiografias de tórax em 80 países. O assunto foi tema de reportagem do The Wall Street Journal,  mostrando que seu uso mais eficiente acontece no Brasil, na rede de Prevent Senior.

A publicação diz que, segundo o Dr. Fabrício Próspero Machado, diretor de inovação da Prevent Senior, o programa detecta com precisão as dez alterações mais comuns nas radiografias de tórax, o que inclui atelectasia, calcificação, cardiomegalia, consolidação, fibrose, alargamento mediastinal, nódulo, derrame pleural, pneumoperitônio e pneumotórax. Entre elas, a consolidação é um tipo de imagem característica nos casos de covid.

“Quando o programa detecta alterações, suas localizações e formato são ressaltados por meio do uso de cores e probabilidades, como forma de auxílio à tomada de decisão por parte dos médicos”, diz Fabrício.

“Desde o início da pandemia, na rede de hospitais e prontos-socorros da Prevent Senior, estamos realizando diariamente centenas de radiografias de pulmão para identificar lesões de covid,” diz o Dr. Thales Ribas, diretor do Pronto Atendimento Sancta Maggiore Butantã, da Prevent Senior.

“No dia-a-dia do enfrentamento da pandemia, não é incomum no defrontarmos com casos onde as lesões são minúsculas, pequenos nódulos quase imperceptíveis, por exemplos próximos às costelas ou ao coração, e que por isso são de difícil identificação. Particularmente nestes casos, o uso do software de inteligência artificial tem ajudado demais como ferramenta para auxiliar os médicos no diagnóstico,” diz Ribas.

Plataforma da PUCRS auxilia a identificar sintomas da Covid-19

Artigo anterior

Valid lança plataforma VIDaaS e libera acesso gratuito a certificados digitais em nuvem para médicos

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar