quarta-feira, abril 17, 2024
Home News Centro de Robótica do Hospital 9 de Julho atinge 7 mil cirurgias em 10 anos

Centro de Robótica do Hospital 9 de Julho atinge 7 mil cirurgias em 10 anos

por Redação
0 comentário

Com o avanço do 5G e o desenvolvimento de tecnologias poderosas, a cirurgia robótica vem se tornando uma possibilidade real em várias especialidades. Acompanhando as tendências de inovação, há dez anos o Hospital Nove de Julho, pertencente à Dasa, maior rede de saúde integrada do Brasil, inaugurava o seu Centro de Robótica, que hoje oferece dois robôs cirúrgicos, duas salas para cirurgia robótica, entre elas a Sala Inteligente, que permite a realização de cirurgias em sequência, e ainda um curso de capacitação, por meio de uma plataforma completa de treinamentos em cirurgia robótica, que permite capacitar profissionais de todo país. 

Dentre as especialidades beneficiadas com a tecnologia, destaque para a área de urologia, com 71% das cirurgias realizadas na última década. Outros procedimentos que têm sido realizados com os robôs são na g​inecologia (histerectomias, ooforectomia, endometrioses severas e tumores de colo de útero e ovário), oncologia​​ (retossigmoidectomia, tumores de pâncreas e esôfago e colectomia), cirurgias gerais (hérnias abdominais e​ colecistectomia), cirurgia bariátrica – gastrectomia (sleeve e bypass) e cirurgias de cabeça e pescoço (tireoidectomia).

Com tantos benefícios para o paciente, como redução no tempo de recuperação, dos efeitos colaterais e menos dor, o número de cirurgias tem crescido nos últimos anos. Na urologia, por exemplo, cresceu 76% entre 2020 e 2021. No ano passado, somando todas as especialidades foram 1.246 procedimentos realizados e, até o dia 06 de novembro deste ano, esse número já chega a 1.088.

Para Rafael Coelho, urologista do hospital e referência em cirurgia robótica na América Latina, o procedimento tem sido mais procurado por ser menos invasivo, reduzir a perda de sangue e oferecer menos risco de infecção ao paciente, o que proporciona uma recuperação mais rápida do que as cirurgias abertas e laparoscópicas.

Já para os profissionais, além de proporcionar uma visão ampliada, em 3D e alta definição, a técnica proporciona melhoria importante na qualidade do movimento do cirurgião, resultando em um procedimento mais elaborado, com excelentes resultados oncológicos e com preservação máxima de estruturas nobres, como nervos da ereção e musculatura da continência urinária. Fábio Vicentini, também urologista do Hospital Nove de Julho, afirma que as cirurgias realizadas via robô são benéficas, inclusive, para o corpo clínico. “Para o cirurgião, esse método cirúrgico minimiza a chance de lesões ortopédicas, são menos cansativas e oferecem visão 3D, que agiliza e permite mais precisão nos movimentos”, conclui o médico.

Diferenciais e capacitação

O Centro de Robótica conta com duas unidades do robô Da Vinci (Da Vinci XI e Da Vinci SI), equipe médica qualificada, Unidade de Internação exclusiva e a Sala Inteligente, um ambiente com dois leitos e capaz de otimizar em até 90 minutos o intervalo das cirurgias, visto que o médico não precisa se locomover. Posicionado ao lado da mesa de cirurgia fica o console do robô, com um joystick responsável pelas pinças que exibem imagens full HD em 3D. 

Referência em medicina de alta complexidade no Brasil, o Hospital Nove de Julho foi o primeiro hospital da América Latina a adquirir a plataforma completa de treinamentos em cirurgia robótica, composta pelo Robotix Mentor e o Lap Mentor Express. A cada ano cerca de 30 médicos são capacitados por meio do Curso de Capacitação em Cirurgia Robótica de Urologia, realizado na sede do hospital, em São Paulo.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside