terça-feira, março 5, 2024
Home News Revvity anuncia EONIS Q, novo sistema que permite triagem neonatal

Revvity anuncia EONIS Q, novo sistema que permite triagem neonatal

por Redação
0 comentário
baby-gdcf77b02e_640.jpg

Nesta terça-feira, 28, a Revvity anuncia o lançamento do sistema EONIS Q. A plataforma está autorizada com a Diretiva Europeia de Dispositivos de Diagnóstico In Vitro (CE-IVD), que permite que os laboratórios nos países que aceitam a marcação CE adotem o teste molecular para atrofia muscular espinhal (AME) e imunodeficiência combinada grave (SCID) em recém-nascidos.

Processo de qPCR simples e inovador

Para ambas as doenças hereditárias, a detecção precoce é fundamental para obter prognósticos positivos. No caso da AME, existem terapias que modificam a doença e fazem com que ela pare de progredir. Já para a SCID, há tratamentos de imunoglobulina combinados com terapias com células-tronco, que podem curar potencialmente a criança, caso a intervenção comece no momento certo. Entretanto, atualmente, a testagem molecular para essas doenças e outras condições congênitas ainda é relativamente baixa devido, em parte, às restrições de custo e a mão de obra qualificada para realizar e interpretar os testes.

O sistema EONIS Q simplifica e otimiza o teste molecular para AME e SCID, por meio de um processo inovador, que inclui o instrumento EONIS Q96 , o kit EONIS SCID-SMA e software dedicado EONIS EASI.

“Ajudar as crianças a terem um início de vida mais saudável é um dos pilares do nosso trabalho, e tornar os testes para doenças hereditárias como AME e SCID mais acessíveis pode contribuir para alcançarmos esse objetivo”, afirma Petra Furu, gerente geral de saúde reprodutiva da Revvity. “Sem comprometer a qualidade, agilidade ou a precisão dos resultados, o sistema EONIS Q foi desenvolvido para superar algumas barreiras que impedem os laboratórios de implantarem esses testes”.

Rápido, com resultados precisos e menos desperdício

O tempo de resposta do processo do EONIS Q, desde a coleta da amostra até o resultado, é de aproximadamente três horas e, em comparação com as soluções convencionais de qPCR que requerem extração por exemplo, ele supera os padrões da indústria em capacidade de software. Etapas de lavagem não são necessárias, o que demanda menos etapas de pipetagem e centrifugação, que reduz o tempo de manipulação. Além disso, o sistema EONIS Q utiliza menos consumíveis e artigos de plástico não reutilizáveis, o que otimiza ainda mais a eficiência de recursos e custos para os laboratórios que adotarem o sistema.

O tamanho compacto e o menor espaço físico do fluxo de trabalho do EONIS Q o torna ideal para laboratórios de todos os tamanhos e ao mesmo tempo oferece benefícios adicionais para os laboratórios de baixo – e médio – rendimento, incluindo aqueles sem sala limpa de PCR.

Promovendo as prioridades da triagem neonatal em todo o mundo

A Aliança Europeia para a Triagem Neonatal na Atrofia Muscular Espinhal, um grupo de defesa criado pela AME Europa, determina que, até 2025, todos os recém-nascidos no continente sejam triados para a condição. A autorização CE-IVD do Sistema EONIS Q e outras soluções semelhantes contribuem para que esse objetivo seja atingido.

Com mais de três décadas de experiência e inovação em triagem neonatal, a Revvity fornece soluções para a triagem de doenças fatais, anualmente, para aproximadamente 40 milhões de recém-nascidos.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside