quarta-feira, junho 19, 2024
Home News Inversão etária leva Qualirede a reforçar atenção primária para idosos

Inversão etária leva Qualirede a reforçar atenção primária para idosos

por Redação
0 comentário

A chamada inversão etária no Brasil, trazida pelo crescimento acelerado da população com mais de 60 anos nos últimos anos e confirmada recentemente pelos números do Censo Demográfico de 2022, é um dos maiores desafios dos governos federal, estaduais e municipais e das companhias que atuam na área da saúde.

“A Qualirede, empresa especializada em soluções para planos de saúde, investe na experiência das clínicas de atenção primária à saúde para o atendimento focado também em pacientes idosos. A atenção primária à saúde da empresa conta com a certificação pela A4 Quality HealthCare, no padrão cadastrado no programa QUALISS da da Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, entidade reguladora vinculada ao Ministério da Saúde, responsável pelo setor de planos de saúde no Brasil.”

De acordo com a diretora-executiva de Estratégicas e Operações da Qualirede, Gizelli Nader, as clínicas dispõem de equipes multidisciplinares compostas por médicos de família e comunidade, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas e farmacêuticos.

“As estruturas são projetadas para garantir a adaptabilidade para idosos, tornando um ambiente seguro e acessível. Além disso, a Qualirede oferece atendimentos em telemedicina e também em domicílio para pacientes com dificuldades de locomoção”, afirma Gizelli. “Estudamos constantemente as tendências e as necessidades da população para que nossas estratégias sejam as mais adequadas e impactem positivamente na saúde da população assistida.”

Pacientes acima de 60 anos concentram 49% das consultas

De janeiro a setembro deste ano, a Qualirede realizou mais de 4,2 mil atendimentos a pacientes acima de 60 anos, que representou 49% das consultas presenciais. A média de idade das mulheres foi de 75 anos e, dos homens, de 73 anos. Mais de 40% dos idosos atendidos tinham pelo menos uma comorbidade, como hipertensão arterial, diabetes, problemas pulmonares crônicos, cardiopatia, síndrome demencial, obesidade, entre outras doenças. Mais de 2,2 mil consultas foram realizadas via teleatendimento no mesmo período.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias