NewsNewsletter

Instituto Dona De Si e SAS Brasil se unem para transformar a vida das mulheres ao redor do Brasil

0

O ano de 2020 foi atípico e difícil para a maior parte do mundo, mas para as mulheres a situação foi especialmente complicada: dados do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) apontam que  as mulheres foram as mais afetadas pela pandemia e a crise econômica.

Com atuação mais expressiva em alguns dos setores mais prejudicados pela pandemia, como alojamento e alimentação, em que 58,3% das profissionais são mulheres, serviços domésticos, com 85,7% e educação, saúde e serviços sociais, em que as mulheres representam 76,4% dos trabalhadores da área, além da sobrecarga e demissão voluntária para se dedicar ao lar devido ao isolamento social, hoje as mulheres possuem a menor participação no mercado de trabalho em 30 anos. Além disso, o atendimento médico se tornou algo ainda mais inacessível para mulheres de baixa renda, já que a crise sanitária levou a maior parte dos hospitais do Brasil ao colapso e à suspensão das consultas eletivas.

Diante deste cenário e com o propósito de transformar vidas e potencializar talentos femininos, o Instituto Dona De Si e a SAS Brasil se uniram em uma parceria que irá somar esforços para mudar a vida de 100 mulheres em uma jornada de 12 meses. A ideia é que as selecionadas passem por um amplo desenvolvimento pessoal e profissional, além de cuidarem da saúde e do bem-estar, buscando uma melhor qualidade de vida e gerando impacto social duradouro também para suas comunidades e núcleos familiares.

Acelerador de talentos femininos, o Instituto Dona De Si oferece a Jornada Transformadora Dona De Si, curso online com duração de cerca de 12 meses, que possui como principal objetivo auxiliar mulheres a transformarem suas vidas pessoais e profissionais por meio de uma metodologia que passa por diversos módulos de âmbito pessoal e profissional, como organização, planejamento e análise do mercado que a aluna deseja entrar. Na parceria, o instituto disponibilizará gratuitamente 50 vagas para mulheres que já foram atendidas pelo SAS Brasil.

Já a SAS Brasil, startup de saúde do terceiro setor que tem como missão conectar pessoas, inovação e propósito para promover soluções de acesso à saúde especializada no Brasil, oferecerá atendimento médico via telemedicina em 17 especialidades para as 50 mulheres selecionadas pelo Instituto, totalizando 100 mulheres impactadas neste primeiro estágio da parceria.

“Trazer mulheres que já fazem parte do ecossistema da SAS Brasil, em especial líderes de comunidades, para um parceria que apoia o desenvolvimento pessoal, social e financeiro, aliadas às soluções de saúde oferecidas pela SAS Brasil, representa mais um passo dentro do nosso propósito de gerar impacto que perdure e que possa ser replicado para alcançar ainda mais pessoas nessa corrente de democratização do acesso não apenas à saúde, mas, principalmente, ao conhecimento”, explica Sabine Bolonhini, co-fundadora da SAS Brasil.

Para Suzana Pires, atriz, autora, empresária, empreendedora social e fundadora do Instituto Dona De Si, a parceria com a SAS Brasil chega para sanar uma demanda muito importante na vida das mulheres, que é a saúde. “Não é à toa que, na Jornada Transformadora Dona De Si, o primeiro módulo já fala sobre a importância do cuidado com a saúde física e mental. Estamos começando com 50, mas a ideia é aumentarmos cada vez mais esse número. É uma felicidade iniciar esse trabalho em conjunto com a SAS Brasil, e tenho certeza que trará ótimos resultados”, completa. A ideia é que o projeto continue nos anos seguintes, com um maior número de mulheres impactadas.

Empresa da Serra Gaúcha desenvolve ventilador pulmonar portátil

Artigo anterior

Grupo Ultra integra ação coletiva para a doação de cinco mil concentradores de oxigênio

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News