InovaçãoNewsletter

Ranking TOP 100 Open Startups 2021 anuncia as TOP 10 HealthTechs

0

No final do mês, a 100 Open Startups, principal plataforma internacional de conexão entre corporações e startups, anunciou as TOP 10 HealthTechs do Ranking 100 Open Startups 2021, que reconhece as startups mais atraentes para o mercado corporativo no país. Zetta Health Analytics, Mindify, Techtrials, BIOaps, Psicologia Viva – Psyalive, Tech Knowledge Support (TKS), Kidopi, Laura, UpFlux e ONKOS Diagnósticos Moleculares foram as startups que se destacaram no setor de saúde.

Especificamente entre as HealthTechs, foram 163 startups com contratos validados de open innovation com corporações nesta edição, representando um crescimento de 443% em relação ao ano passado. Se considerarmos a intensidade dos relacionamentos desenvolvidos com as corporações, as startups do setor tiveram um aumento de 240% na atividade de Open Innovation, alcançando um total de 5.121 pontos no ranking de 2021.

A indústria que mais se relacionou com as HealthTechs foi Saúde, com 32,6% dos relacionamentos, seguida por Serviços Profissionais e Comerciais (7,6%) e Indústria química (6,6%).As tendências de inovação mais exploradas entre as HealthTechs foram: Artificial Intelligence, Big Data & Analytics e Machine Learning.

“Das startups premiadas na categoria, cinco são novas em relação ao Ranking 2020, o que demonstra que, o setor de saúde tem buscado soluções inovadoras das startups, mesmo sendo um dos mais impactados pela pandemia”, comenta Rafael Levy, CTO e cofundador da 100 Open Startups.

Apesar da pandemia, a atividade de inovação aberta com startups dobrou no último ano, segundo o Ranking 100 Open Startups. Para a edição 2021, foram declarados 26.348 relacionamentos de open innovation entre corporações e startups, enquanto em 2020 foram 13.433 relações declaradas. Além disso, das mais de 18 mil startups cadastradas, 2.414 tiveram contratos de open innovation com corporações validados para o Ranking 2021, contra 1.310 em 2020, ou seja, mais de 1.000 novas startups geraram impacto nas cadeias tradicionais apenas neste ano.

Cristiane Giordano, ex-Teva e Pfizer, assume a Presidência da Funcional Health Tech

Artigo anterior

Iniciativa Verificado, da ONU, lança ação #NÃOÉTBT focada na pandemia da Covid-19

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar