quarta-feira, maio 22, 2024
Home News Coworking de saúde: nova tendência atrai profissionais do setor

Coworking de saúde: nova tendência atrai profissionais do setor

por Redação
0 comentário

Os coworkings vêm se tornando cada vez mais populares no Brasil, e diversos setores têm aderido a esse modelo de escritório, que possibilita economizar e oferece outros benefícios por meio da divisão do espaço de trabalho e de serviços úteis no dia a dia de um ambiente corporativo.

E, com o número de espaços de trabalho compartilhado cada vez maior, uma das tendências são os coworkings dedicados a segmentos específicos, entre eles os voltados a area de saúde, que são consultórios compartilhados entre profissionais de diferentes especialidades do setor, como médicos, psicólogos e fisioterapeutas.

O mercado de saúde vem tendo uma considerável expansão nos últimos anos. Segundo a pesquisa Demografia Médica no Brasil 2023, produzida em parceria entre a Associação Médica Brasileira e a Faculdade de Medicina da USP, o número de médicos ativos no Brasil deve chegar a cerca de 607 mil em 2023, um aumento de 55% em relação aos últimos anos.

“A onda de espaços compartilhados começou com startups ou outros tipos de empresas que visavam reduzir custos, mas com o tempo, empresas e profissionais identificaram que as vantagens de utilizar um coworking vão além do custo-benefício. A possibilidade de networking e de dividir serviços como salas de reunião, internet, limpeza e outros oferece um pacote completo e atrativo”, comenta a especialista Bruna Lofego, CEO e fundadora da CWK Coworking.

No caso dos coworkings de saúde, os que mais buscam esse tipo de espaço são os profissionais que não têm como arcar com o alto custo de uma clínica ou tem uma quantidade limitada de pacientes. “Com o fim da pandemia, cresceu a procura por consultas presenciais com psicólogos e médicos, que antes podiam atender via teleconsulta, e agora estão de volta aos consultórios”, acrescenta Bruna.

Pensando nisso, ela listou algumas vantagens do coworking de saúde:

  • Custo-benefício – Em busca da redução de custos para investir em um consultório ou uma clínica, utilizar um escritório compartilhado é uma solução para os profissionais de saúde que querem um espaço para atendimento equipado e completo.

    “Com mais profissionais trabalhando juntos em um só escritório, as despesas são divididas, e é possível economizar em aluguel e equipamentos”, avalia Bruna.

  • Espaço moderno e equipado – Os coworkings de saúde têm uma ótima infraestrutura e tecnologia de ponta. “Esses espaços contam com excelentes equipamentos médicos, como macas, balanças entre outros, e em sua maioria são equipamentos de alta tecnologia para trazer o melhor atendimento aos pacientes”, explica a especialista.

    Tais espaços também costumam ter amplas salas de espera, espaços confortáveis e alguns são equipados com brinquedotecas, um atrativo para pacientes que têm crianças. “Muitos coworkings têm sistema de checkin quando o paciente chega ao local, e dessa forma a secretária ou o médico é notificado em tempo real, facilitando o fluxo de atendimento”, acrescenta Bruna.

  • Flexibilidade de horário – Os coworkings de saúde costumam oferecer opções flexíveis de aluguel, com salas alugadas por hora, dia ou mês. Isso permite que profissionais de saúde ajustem suas necessidades de espaço de acordo com sua demanda. Além disso, à medida em que a equipe cresce, é possível expandir o espaço alugado.

    “Um ambiente como esse oferece flexibilidade no horário de trabalho do profissional e também nas agendas dos pacientes, sendo mais fácil de atender as demandas necessárias e adaptar ao horário mais adequado para ambos”, afirma Bruna.

  • Networking e geração de referências – No ambiente de um coworking de saúde, é possível também estabelecer conexões valiosas com outros profissionais da área. Essas conexões podem resultar em indicações e referências de pacientes, além de parcerias comerciais que impulsionam a carreira e o crescimento do negócio.

    “Um coworking de saúde pode ser uma grande oportunidade para criar conexões e ampliar o número de contatos, pois quando falamos de um ambiente compartilhado, podemos contar com outros profissionais e com indicações entre eles”, comenta ela.

Benefícios para os pacientes

Além dos benefícios para os profissionais de saúde, os coworkings também podem ser vantajosos para os pacientes. Eles oferecem um ambiente acolhedor e moderno, com uma variedade de serviços de saúde em um único local. Isso pode facilitar o acesso aos cuidados de saúde, reduzir o tempo de espera e oferecer um canal mais amplo de opções de tratamento.

Além disso, como o espaço é compartilhado, o paciente pode usufruir de um leque de especialistas de áreas diversas da saúde em um só local, o que traz praticidade. “Com vários médicos todos em um só lugar, é uma ótima praticidade para a rotina corrida, e alguns coworkings já contam com laboratórios para otimizar o tempo de ter que se deslocar para fazer os exames solicitados”, finaliza Bruna.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside