InovaçãoNewsletter

Estudantes usam plataforma 3D da Dassault Systèmes para desenvolver próteses

0

A Dassault Systèmes, empresa que fornece ambientes virtuais 3D colaborativos para empresas e pessoas criarem inovações sustentáveis, e a EDC Tecnologia, empresa especializada no fornecimento de soluções tecnológicas dedicadas à capacitação, aprendizagem e vivência de estudantes e profissionais, anunciam os resultados da primeira edição do Projeto Colaborativo Internacional, que teve a participação de dezenas de alunos de engenharia do Brasil, Peru e Colômbia para o desenvolvimento de próteses transtibiais (compreendendo a parte abaixo do joelho e o pé) com uso da plataforma 3DEXPERIENCE.

O Projeto Colaborativo Internacional incluiu sessões de acompanhamento, orientação e treinamento especializado para futuros engenheiros. Ao todo, a iniciativa contou com a participação de 26 estudantes de seis instituições: Instituto Mauá de Tecnologia, Escola Senai ”Armando de Arruda Pereira” e Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), todos do Brasil; Universidad Santiago de Cali (USC) e Universidad Tecnológica de Pereira (UTP), ambas da Colômbia; e Universidad Nacional de San Agostin (UNSA), do Peru.

“Estamos muito felizes em fazer parte dessa ação, que premia a criatividade e a inovação para o desenvolvimento de próteses mecânicas mais duráveis, acessíveis, sustentáveis e confortáveis para as pessoas. Por meio da Plataforma 3DEXPERIENCE, esses estudantes puderam demonstrar suas ideias e avaliar questões que vão do desenho e ergonomia das soluções até a durabilidade e resistência de cada material aplicado, em simulações 3D que agilizam e simplificam todo o processo de criação destes produtos”, afirma Fabio Gomes, gerente de alianças da Dassault Systèmes para a América Latina.  

Como parte da iniciativa, os alunos foram reunidos em seis grupos com jovens de instituições e países diferentes, de maneira que fossem expostos a desafios como superação da barreira idiomática, diferenças culturais e backgrounds técnicos, entre outros, incentivando a colaboração e o aprendizado multidisciplinar. “Assim, foi aberto um espaço para que novos pontos de vista e conhecimentos pudessem ser incorporados às análises em tempo real. Mesmo fisicamente distantes, os participantes tiveram a chance de interagir e trabalhar com outros jovens, o que significa uma oportunidade para desenvolver próteses melhores, bem como estimular que esses pensamentos também tragam bons frutos no futuro”, diz CarlosParejo, diretor-executivo da EDC Tecnologia. 

Em um esforço em conjunto, Dassault Systèmes, EDC Tecnologia e as universidades se uniram para atender à necessidade de sessões de capacitação dos alunos e dos professores para mostrar os recursos da plataforma 3DEXPERIENCE e como cada grupo poderia adotar seu uso durante o projeto. Durante estas atividades houve uma troca intensa de conhecimentos e experiências entre todos. 

A dinâmica do projeto ainda trouxe outros desafios importantes para desenvolvimento dos jovens, incluindo questões como ajuste de calendário, definição de etapas e acompanhamento de resultados, entre outros, com a plataforma 3DEXPERIENCE no centro das atividades.  

Além da experiência técnica relacionada à busca de opções inovadoras e desenvolvimento de soluções práticas para atender as demandas reais dos usuários, o projeto teve como objetivo proporcionar experiências pessoais relevantes para esses jovens talentos. Entre os seis modelos que foram apresentados na iniciativa, destaque para um projeto que utilizou a plataforma 3DEXPERIENCE para a combinação de diferentes materiais (como silicone, alumínio, fibra de carbono e aço) nos diferentes pontos e elementos da prótese transtibial. 

Vale do Genoma busca parcerias com empresas de TI para acelerar projetos

Artigo anterior

Drogarias Pacheco lança avatar ‘Bel’ e inova em humanização digital 

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar