InovaçãoNewsNewsletter

Tecnologia auxilia hospitais a evitar focos de infecção

0

A pandemia da Covid-19 aumentou o alerta sobre a dinâmica de contaminação através do contato humano ou com superfícies infectadas. Contudo, para hospitais, esta é uma preocupação recorrente, o trabalho para minimizar Infecções associadas a cuidados de saúde (IACS). A novidade é que agora a tecnologia pode ser uma aliada no controle de focos de infecções. O sistema de chamada de enfermagem da fabricante Austco, apresentado ao mercado brasileiro pela Teleinfo Soluções, foi projetado com funções e recursos para ajudar a prevenção e o controle de infecções em instalações hospitalares.

Os profissionais da saúde sabem que em internações longas, por mais de 14 dias, pacientes idosos ou com sistema imunológico comprometido por condições pré-existentes ou uso prolongado de antibióticos, exigem cuidado redobrado com a assepsia – e com o coronavírus este protocolo teve que ser intensificado, inclusive para tranquilizar usuários. O levantamento feito pelo HCor (Hospital do Coração) mostra que o medo de ser contaminado pelo novo vírus afastou os pacientes, a entidade registrou uma queda de 71% de exames de diagnóstico entre os meses de abril, maio e junho.

Por isso, o cuidado com a saúde das instalações é essencial e passa pela transformação tecnológica dos ambientes de saúde. Nesse sentido, os sistemas de chamada de enfermagem da Austco agregam aos Hospitais 4.0 recursos como a esterilização por mergulho – graças à classificação IP67 que garante a resistência à água. Todo o design da solução foi elaborado para proporcionar o nível de descontaminação pelos quais estas instituições serão cobradas daqui para frente, inclusive com botões de silicone antibacteriano.

As estações que os pacientes usam para se comunicar com a equipe médica, por exemplo, contam com um modo de limpeza para fácil manutenção. O sistema registra a data e a hora da última limpeza para permitir o rastreamento e controle de infecções. Já os cordões de banheiro são fabricados em vinil – ao invés do tradicional nylon – para facilitar a assepsia. “Na prática, o sistema de chamada de enfermagem mostra que os gestores hospitalares podem contar com a tecnologia para colaborar com as tarefas diárias dos cenários de saúde mais complexos”, explica Luciana Cartocci, diretora executiva da Teleinfo.

Rede de clínicas odontológicas implanta solução de CRM da SAP

Artigo anterior

Setor de saúde privado atinge o maior número de empregos do ano em novembro de 2020

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar