NewsNewsletter

Hospital Albert Einstein abre inscrições para programa de estágio na área de dados

0

O Hospital Israelita Albert Einstein está com inscrições abertas para dez vagas do Programa de Estágio para a Área de Dados. O objetivo é atrair e formar talentos que terão a oportunidade de aprender a utilizar dados no contexto da saúde, na assistência, diagnóstico, prevenção, entre outros, além de desenvolver capacidades analíticas e técnicas de programação, trabalhar com grande volume de dados e com metodologia ágeis. As inscrições ficam abertas até o dia 30 deste mês.

Os interessados devem estar matriculados em algum curso de graduação, terem familiaridade com programação e interesse em atuar no segmento da saúde. Não há restrições de área de estudo, exigência de semestre, limite de idade ou instituições de ensino. O formato de trabalho será home office, o que possibilita que pessoas de outros estados, além de São Paulo, se inscrevam.

“No Einstein, oferecemos um ambiente colaborativo, rico em tecnologia e ciência, onde os colaboradores podem se desenvolver, atuar com propósito e aprimorar o conhecimento. Isso sem esquecer o lado humano e a individualidade de cada pessoa, dois pontos importantes para nós que trabalhamos com saúde”, diz Miriam Branco, diretora-executiva de Recursos Humanos do Einstein. 

O Hospital Israelita Albert Einstein é o primeiro hospital do Brasil a constituir uma equipe de big data e tem uma das maiores e mais multidisciplinares equipes da área da saúde no Brasil. Nesse contexto, durante a experiência, os estagiários terão a oportunidade de serem envolvidos em projetos de todos os âmbitos e tecnologias, com treinamento e prática diversos.

Requisitos para inscrição: 

  • Estar matriculado em algum curso de graduação;
  • Familiaridade com programação;
  • Inglês operacional/técnico;
  • Pacote Office (Word, Excel, Powerpoint).

Os interessados podem se inscrever para concorrer às vagas entre os dias 18 e 30 de abril pelo site.

Outsourcing de exames no modelo HaaS é aposta de centros médicos para reduzir custos

Artigo anterior

Estudo avalia fatores de risco de idosos com covid desenvolverem insuficiência respiratória grave

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News