InovaçãoNewsNewsletter

Instituto Butantan e WhatsApp fecham parceria para acompanhar a vacinação em massa em Serrana

0

O Instituto Butantan e o WhatsApp anunciam parceria para a criação de um canal oficial do instituto no aplicativo com o objetivo de orientar os habitantes de Serrana para a participação no Projeto S de vacinação em massa na cidade.

Inédito no Brasil, o Projeto S é um ensaio clínico para analisar o impacto da vacina CoronaVac e a eficiência da imunização massiva na redução de casos e no controle da pandemia de Covid-19 – uma vez que a eficácia já foi comprovada e a vacina autorizada pela Anvisa. O estudo foi desenvolvido pelo Instituto Butantan, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, avaliado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e é realizado em parceria com a Secretaria de Saúde e a Prefeitura Municipal de Serrana.

O assistente virtual, ou chatbot, no WhatsApp facilitará o acesso dos moradores de Serrana a informações confiáveis e buscará responder dúvidas sobre o processo da vacinação como, por exemplo, onde tomar a primeira dose, como monitorar possíveis efeitos adversos pós vacinação e o intervalo para a segunda aplicação.

“É uma honra para o WhatsApp somar esforços a essa iniciativa do Instituto Butantan, de interesse público e tão importante para a sociedade como o Projeto S. O canal de WhatsApp do Instituto Butantan permite uma comunicação com segurança e privacidade diretamente com a população de Serrana, que pode buscar informações sobre a vacinação em uma fonte confiável e de amplo acesso às pessoas. Trabalharemos juntos para aperfeiçoar esse canal, de modo a colaborar com o Projeto S e levar mais serviços à população.  Servirá sem dúvida de modelo e inspiração para o futuro”, afirma Dario Durigan, Head de Políticas Públicas do WhatsApp no Facebook Brasil.

A parceria com o Instituto Butantan faz parte do compromisso assumido pelo WhatsApp após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar emergência mundial de saúde pública em 2020. Desde então, o WhatsApp tem trabalhado para conectar as pessoas a fontes oficiais de informações sobre o coronavírus. Mais de 100 chatbots de informações sobre a Covid-19 foram lançados com organizações de saúde em todo o mundo, como a própria OMS (com um canal em português), além de parcerias com autoridades de saúde em mais de 45 países, incluindo o Ministério da Saúde do Brasil e a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

“A Tainá, nossa assistente virtual, vai ser fundamental para a divulgação do Projeto S e o acompanhamento da população de Serrana após a vacinação. Com ela, vamos conseguir levar o melhor atendimento às pessoas que participarem do estudo e dar todo o suporte que for necessário, na hora que for necessário”, reforça Dimas Covas, diretor-presidente do Instituto Butantan.

Para conversar com o bot, chamado de Tainá do Butantan, basta adicionar o telefone +55 11 4950-8330 à sua lista de contatos, ou clicar no link wa.me/551149508330.

Fábricas de Cultura do Governo do Estado investem em IA para pessoas com deficiência visual

Artigo anterior

Instituto Butantan anuncia lançamento do aplicativo Global Health Monitor

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar