News

SPDM migra 8 mil contas para Office 365 de 44 empresas de saúde

0

Buscando modernizar e agilizar os seus processos, a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), composta por 44 empresas do setor de medicina do Estado de São Paulo e Minas Gerais, promoveu a migração de 8 mil contas de colaboradores da SPDM para a plataforma de produtividade e colaboração em nuvem da Microsoft, o Office 365.

O processo contou com apoio da Brasoftware e inicialmente se dividiu em duas fases: a primeira foi a análise do ambiente e migração das contas de usuários; já a segunda, contemplou uma série de workshops que foram essenciais para o entendimento e adoção da solução, com foco em ferramentas de colaboração e comunicação, tais como: Microsoft Teams, OneDrive, Planner (KanBan) e To-Do.

Nessa segunda fase “após o processo de migração, nós realizamos treinamentos para setores chave da SPDM, como administrativo, financeiro e TI. Nosso intuito foi capacitar esses setores para que possam usufruir de todo o potencial das ferramentas e para que pudessem disseminar o conhecimento para os demais colaboradores da SPDM com foco na produtividade e comunicação. Os workshops foram ministrados presencialmente e on-line”, comenta Rodrigo Rick, gerente de serviços da Brasoftware.

Somada todas as etapas (entre migração e treinamento) foram necessários oito meses para o projeto ser finalizado, uma vez que os 600 usuários foram divididos em diversas turmas, atendendo ao calendário de ações da SPDM.

Entre os desafios que fizeram a SPDM a migrar sua solução de produtividade, estavam as lacunas no processo de comunicação integrada entre os colaboradores das empresas associadas e a dependência de parceiros terceirizados para realizar a administração do ambiente.

“Após a adoção do Office 365 tivemos uma redução nos custos com manutenção, suporte e uma maior autonomia da nossa própria estrutura. Sobretudo, nos modernizarmos e colocarmos todos os colaboradores em convergência com o mercado global, facilitando a comunicação, evitando deslocamentos desnecessários e ainda permitindo que os funcionários tenham acesso às soluções, independente do ambiente que estejam. É um processo que tira o conhecimento da máquina e o coloca na solução”, explica Brenno Martins, do departamento de TI da SPDM. “Os processos que temos hoje nas operações da SPDM foram otimizados e as possibilidades foram expandidas, portanto, cumprimos nosso objetivo primário que era irmos para algo maior”, conclui.

Atendimento a inadimplentes precisa de contrapartida da ANS, diz UNIDAS

Artigo anterior

Pixeon e BoaConsulta lançam plataforma de IA para triagem e agendamento de consulta

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News