NewsNewsletter

Resultados indicam que HapVida já superou pandemia com aumento de adesões

0

A HapVida, uma das maiores empresas de planos de saúde suplementar do país, divulgou os resultados financeiros do quarto trimestre e de todo ano de 2021, encerrado em 31 de dezembro. O lucro da companhia no último trimestre do ano registrou crescimento de 51,5%, para R$ 347,1 milhões, enquanto em todo o ano teve queda de 11,8%, somando R$ 1 bilhão. O Ebitda no último trimestre  teve queda de 8,8%, para R$ 394 milhões, enquanto no ano reduziu 26%, para R$ 1,5 bilhão.

Já a receita líquida cresceu 14,3% entre outubro e dezembro de 2021, totalizando R$ 2,5 bilhões, e aumentou 15,5% em todo o ano, para R$ 9,9 bilhões, contra R$ 8,5 bilhões um ano antes.

De acordo com o informe de resultados, mesmo diante dos desafios criados pelo agravamento da pandemia de covid-19 no Brasil no ano passado, a empresa encerrou 2021 com 7,5 milhões de clientes, sendo 4,3 milhões em planos médico-hospitalares e 3,2 milhões em planos odontológicos. No ano, foram adicionados de forma líquida 534 mil beneficiários de saúde e 192 mil beneficiários de odonto, tanto com crescimento orgânico quanto através de aquisições como as das operadoras Samedh, Plamheg, Promed e Premium.

A sinistralidade caixa no ano foi de 65,2% e de 64,9% no quarto trimestre de 2021. Quando são excluídos os custos relacionados à covid-19, as despesas médicas das empresas recém-adquiridas que ainda operam em patamares mais elevados e o impacto do reajuste negativo dos planos individuais, a sinistralidade caixa fica em 59,5% no ano e 61,2% no último trimestre, em linha com o histórico para períodos comparativos.

Ainda segundo o informe de resultados, a empresa manteve forte ritmo de expansão e permanecemos comprometida com o aumento da rede assistencial própria e a qualificação das operações, com a modernização de várias estruturas assistenciais. Os investimentos em estrutura física totalizaram mais de R$ 584 milhões com 183 mil metros quadrados construídos ou reformados. Ela finalizou o ano com um total de 481 unidades assistenciais entre hospitais, prontos atendimentos, clínicas e unidades de diagnóstico.

Em linha com sua estratégia de expansão inorgânica, a HapVida fechou a aquisição do Grupo HB Saúde, composto por uma operadora verticalizada de saúde com uma carteira de cerca de 128 mil beneficiários localizados no interior do estado de São Paulo. E, mais recentemente, celebrou contrato para a aquisição do Grupo Smile, operadora de planos de saúde com cerca de 80 mil beneficiários localizados, majoritariamente em Maceió, João Pessoa, Campina Grande e Brasília.

Brainjacking se torna nova ameaça à segurança cibernética na área da saúde

Artigo anterior

Invest Tech faz seu segundo investimento na área de saúde

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News