quarta-feira, maio 22, 2024
Home Inovação Braile Biomédica é certificada para comercializar dispositivos médicos na UE

Braile Biomédica é certificada para comercializar dispositivos médicos na UE

por Redação
0 comentário

Criada por um cardiologista Domingo Marcolino Braile, que sonhava em ampliar o acesso da população aos serviços de saúde, a Braile Biomédica foi a primeira empresa brasileira em seu segmento a conquistar a certificação europeia MDR (Mandatory Disclosure Regulation), que permite a comercialização de seus produtos em 27 países da União Europeia (UE) e em outros territórios que exigem o selo como Índia, Turquia, Emirados Árabes e África do Sul.

Pioneira no desenvolvimento de dispositivos médicos para o coração com tecnologia 100% nacional, a empresa cumpriu a entrega de documentos e passou por rigorosas auditorias que provam seu comprometimento com os critérios de segurança, higiene e proteção ambiental exigidos pela UE.

Todo o processo foi coordenado pelo doutor em engenharia da produção, Luís Antônio Verdi, e, posteriormente, recebeu aprovação pela British Standards Institution (BSI), principal órgão de padronização do Reino Unido, que seguirá certificando os produtos anualmente. “Foram cinco anos de muito esforço e dedicação para alcançar essa conquista que representou uma nova era para a Braile, a abertura a um mercado próspero e repleto de oportunidades para levarmos nossa assinatura brasileira inovadora, avançada, segura e mais acessível a outros países”, declara Patrícia Braile Verdi, filha do fundador e presidente executiva da Braile Biomédica.

Pesquisador e inventor, o médico Domingo Braile se tornou conhecido como “consertador de corações”, após revolucionar a área de dispositivos médicos cardíacos. Em toda a sua carreira médica, criou e auxiliou a implantação de 21 serviços médicos em diversos centros e hospitais. Sob sua direção, a Braile Biomédica foi pioneira no desenvolvimento de válvulas biológicas cardíacas e enxertos de pericárdio bovino, inovação que fez com que o Brasil entrasse no ranking de cirurgias cardíacas entre as primeiras posições.

“Somos uma empresa familiar que contou com três gerações trabalhando juntas. Alcançamos lugar de destaque como referência internacional porque assumimos como missão primordial conceber tecnologias revolucionárias para atender tanto às necessidades dos profissionais da saúde quanto das milhares de pessoas com problemas cardíacos que dependem de cuidados para viver com qualidade”, comenta Patrícia.

Atualmente, a Braile abastece aproximadamente 250 instituições de todo o Brasil com produtos para cirurgia cardíaca, endovascular e oncológica, além de realizar a exportação de dispositivos para cerca de 50 países, como Argentina, Portugal, Alemanha, Ucrânia, Rússia, Itália e Tailândia, dentre outros territórios. Em média, a empresa exporta mais de 15 mil itens por ano, o que contabiliza cerca de mais de 1 milhão de produtos exportados até o momento. Entre os dispositivos mais procurados estão válvulas biológicas, endopróteses, conjunto para cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea e o ECMO, sistema de oxigenação por membrana extracorpórea (pulmão artificial), inovação que salvou milhares de vidas, no auge da pandemia de Covid-19.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside