InovaçãoNewsNewsletter

Healthtech Axenya recebe segundo aporte de capital

0

A Axenya, uma companhia de terapias digitais com operações no Uruguai e Brasil, acaba de anunciar a finalização da sua segunda rodada de investimento. A companhia, que recentemente publicou um estudo clínico pioneiro na região, vai expandir agora seu programa clínico e as suas operações no Brasil. Os investidores institucionais incluem big_bets, Igah, Ventures e Alexia Ventures. A rodada também contou com a contribuição de Mariano Garcia-Valino, CEO e fundador da Axenya, parte da equipe de gestão da empresa e investidores da rodada anterior.

“Com o investimento continuaremos focados nos resultados clínicos e na redução de custos de tratamento, aliado ao tratamento de alto nível. A tecnologia digital em saúde está prosperando e estamos entusiasmados em ser um agente de mudança neste setor, especialmente em uma região como Brasil que tem tanto potencial para se beneficiar dessas ferramentas”, explica García-Valiño.

Axenya, que recentemente foi admitida como o primeiro (e único) sócio latino-americano da Digital Therapeutics Alliance, desenvolve soluções derivadas do princípio de “software como medicamento”. A última geração em saúde digital, a solução reúne conhecimento, inovação e oferece aos profissionais e pacientes a terapia digital, auxiliando na prevenção, gerenciamento e tratamento de doenças, incluindo o monitoramento por um profissional médico. Axenya tem em desenvolvimento programas clínicos em diabetes, cardiopatias, problemas crônicos e tratamentos relacionados à saúde mental.

Para a solução dedicada ao diabetes, foram investidas mais de 20 mil horas de programação ao longo de um ano, com dezenas de médicos envolvidos no projeto. A empresa possui o primeiro conjunto de dados clínicos na região, publicado na organização Advanced Technologies & Treatments for Diabetes ATTD, que é o mais expressivo fórum global de tecnologia para o tratamento da diabetes no mundo. Os resultados clínicos apontam que a plataforma promove a redução das chances de ataque cardíaco em 14%, o risco de derrame em 12%, o risco de morte por diabetes em 20%, além da diminuição de 13% dos custos associados ao tratamento da doença. O estudo também revela que cerca de 80% dos pacientes que utilizam a plataforma melhoraram seus hábitos, mais de 60% aprendem mais informações sobre a doença,
80% apontam melhora no controle da doença, sendo que nove em cada 10 pacientes sentem que estão melhor amparados com o uso da solução e sete em cada 10 apontam confiança nos médicos.

“Vimos na Axenya um projeto muito diferenciado com ambição e visão de melhorar a qualidade de vida e reduzir os custos associados aos doentes crônicos. A Axenya tem integração com centenas de wereables de última geração e fornece dashboards e suporte 24/07 aos médicos e pacientes. A plataforma representa o que entendemos ser o futuro da medicina, permitindo tratamentos precisos e personalizados, além de acompanhamento de sinais vitais em tempo real, tanto pelos médicos quanto pelos pacientes”, explica Thiago Maluf, managing director da Igah, Ventures.

“A gente se sentiu atraído pela solução e, muito especialmente, pelo time excepcional da Axenya, que reúne mais de 100 anos de experiência conjunta em healthcare, medtech e biotech em Estados Unidos, Europa e virtualmente toda Latinoamérica. É muito infrequente ver um time com esse nível de conhecimento em uma startup”, explica Alexandre Mello, sócio do big_bets.

“Além da sua experiência de indústria, o time tem uma importante experiência como empreendedores, tendo construído companhias do zero até o IPO e tendo um track-record excepcional, incluindo dois exits de mais de 1 bilhão de dólares”, agrega Patrick Arippol, Managing Partner da Alexia Ventures.

Funcional Health Tech incentiva contratação de mulheres para a área de tecnologia

Artigo anterior

ABRINT solicita correção nas divisões da CNAES ao Ministério da Saúde

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar