quarta-feira, maio 22, 2024
Home Artigos Tecnologias são ferramentas estratégicas para gestão dos custos dos planos de saúde empresariais

Tecnologias são ferramentas estratégicas para gestão dos custos dos planos de saúde empresariais

por Katia de Boer
0 comentário

Um dos maiores desafios em 2024 para o setor será combater o elevado aumento dos planos de saúde empresarial, que pode alcançar a taxa de 25% neste ano, conforme a previsão do mercado, devido à elevação da inflação médica que ficou estimada em 14% e a frequência crescente de sinistros que atingiu 88% em 2023. Assim, perante essa realidade, a necessidade de inovação na gestão dos planos de saúde empresariais não pode ser contestada. E a busca por estratégias inovadoras bem como a aplicação de tecnologias tornam-se cruciais para garantir a sustentabilidade de benefícios fundamentais para a saúde e bem-estar dos funcionários e suas famílias.

De acordo com reportagem do Valor Econômico no início do ano, o aumento nos planos de saúde empresariais e coletivos por adesão tem sofrido reajustes abusivos desde 2022, com elevação média de 15%, seguido de 20% em 2023, chegando agora a alcançar com a previsão de mercado, o aumento de 25% em 2024. Isso acaba gerando para as organizações um grave problema de um aumento constante nas mensalidades, podendo chegar a quase 60% no acumulado, enquanto os custos dos serviços médico-hospitalares continuam a subir de forma desenfreada. Nesse contexto, é importante adotar abordagens modernas que não apenas reduzam os custos, mas também melhorem a qualidade do atendimento e a experiência dos beneficiários.

Dessa forma, é importante a criação de novas abordagens e estratégias para tornar sustentável um plano de saúde de qualidade por um preço justo. A utilização no processo do uso de tecnologia se tornou necessária, e uma das mais eficazes é a utilização, por exemplo, da B.I. Tecnologia, formada por algoritmos preditivos e cruzamento de dados, que permite compreender de forma detalhada, novos cenários complexos e mais assertivos. A inteligência do BI traz indicadores em tempo real, para toda a cadeia operacional, gerencial e principalmente trazendo estratégias das empresas apontando controle e minimizar prejuízos futuros.

Com a projeção e auditoria dos custos médicos, é possível, por exemplo: antecipar gastos com sinistro, prever os reajustes anuais e ter autonomia para fazer um acompanhamento financeiro sistemático e com total controle. Plataformas digitais e soluções de análise de dados traziam até o momento novas perspectivas ao fornecer ideias sobre padrões de utilização, tendências na saúde e áreas potenciais de desperdício ou fraude.

Uma dessas maneiras é a aplicação eficiente de terminologias e a utilização de técnicas avançadas de sumarização automatizada que têm demonstrado serem ferramentas indispensáveis no avanço da prestação de cuidados médicos. Com a evolução da IA, especialmente por meio da nova geração de modelos de linguagem natural e visão computacional, a capacidade de processar e compreender grandes volumes de informações médicas tornou-se mais precisa e eficaz. Essas tecnologias permitem que os profissionais de saúde acessem rapidamente dados relevantes, auxiliando na tomada de decisões clínicas informadas e personalizadas para cada paciente.

Após a integração de sistemas de IA na prática clínica, as inovações não apenas tornam o processo de diagnóstico e tratamento mais rápido, mas também conseguem contribuir para a redução de custos nos sistemas de saúde. Ao oferecer suporte à decisão clínica e fornecer de dados baseados em evidências, as ferramentas de IA possibilitam uma gestão mais eficiente dos recursos médicos, evitando procedimentos desnecessários e otimizando o uso de medicamentos e dispositivos. Como resultado, os planos de saúde podem reduzir seus custos operacionais e, consequentemente, oferecer preços mais acessíveis aos beneficiários, garantindo uma assistência médica de qualidade a um custo mais razoável.

Além disso, o modelo de “saúde digital”, como a telemedicina e aplicativos de saúde, surge como ferramenta poderosa para promover a prevenção e os custos associados aos atendimentos presenciais. Consultas virtuais, monitoramento remoto de pacientes e aplicativos de saúde são mais opções para prevenir doenças, gerenciar condições crônicas e oferecer suporte contínuo aos colaboradores, contribuindo para a redução de sinistros e o controle de despesas médicas.

No que diz respeito à redução de sinistros, esta é uma área com grande potencial de inovação, justamente por causa da possibilidade de gestão e controle destes. A adoção de sistemas automatizados de análise pode contribuir com essa redução juntamente com o processo de reembolso, que ajuda na redução de erros e identificar padrões suspeitos que indiquem fraudes. Além disso, a implementação de programas de prevenção, com o apoio de tecnologias e aplicativos de saúde, é essencial para este movimento.

Incentivar hábitos saudáveis entre os colaboradores também se torna uma alternativa para reduzir a incidência de doenças, o que resulta em menor utilização dos serviços de saúde e, consequentemente, menores custos para as empresas, como é o caso dos programas de prevenção e disseminação de conhecimento de informações sobre saúde por meio de estratégias de marketing e de comunicação.

Em resumo, a inovação e a aplicação de tecnologias desempenham um papel fundamental na gestão dos custos nos planos de saúde empresariais. Ao adotar abordagens modernas e soluções digitais, as organizações não apenas podem reduzir despesas, mas também melhorar a qualidade do atendimento, promovendo a saúde preventiva e garantindo a sustentabilidade desses importantes benefícios para os colaboradores. Em um cenário de crescente complexidade e desafios, a inovação se torna não apenas uma opção, mas uma necessidade para as empresas que buscam manter a competitividade e o bem-estar de sua força de trabalho.

Katia de Boer, CEO da Safe Care.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside