quarta-feira, junho 19, 2024
Home News Hospital Oswaldo Cruz cria núcleo de tratamento de nódulos pulmonares

Hospital Oswaldo Cruz cria núcleo de tratamento de nódulos pulmonares

por Redação
0 comentário

Cerca de 30% dos pacientes que realizam radiografias ou tomografias de tórax têm como resultado a presença de nódulos pulmonares, que são pequenas opacidades “manchas” arredondadas identificadas em exames de diagnóstico por imagem. Na maioria das vezes, as doenças associadas aos nódulos pulmonares são assintomáticas, por isso, contar com um time especializado e multidisciplinar é fundamental para auxiliar na detecção e tratamento com ainda mais eficiência aos pacientes.

Pensando nisso, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz lança o Núcleo Especializado na Detecção e Tratamento de Nódulos Pulmonares. De acordo com o pneumologista Gustavo Prado, médico responsável pelo serviço na instituição de saúde, a iniciativa tem como objetivo trazer ainda mais agilidade na identificação de doenças pulmonares e auxiliar na prevenção em estágio inicial de câncer de pulmão.  A doença é a terceira mais comum em homens e a quarta mais comum em mulheres no Brasil, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca).

“Geralmente esses nódulos indicam a presença de doenças infecciosas, como pneumonias bacterianas, infeções por fungos como o histoplasma ou micobactérias (como a da tuberculose), doenças inflamatórias, como a pneumonia em organização, sarcoidose e artrite reumatoide ou cicatrizes de infecções prévias. Em até 5% dos casos, essas manchas podem sinalizar também a existência de câncer de pulmão, por isso, o atendimento multidisciplinar é recomendado para haja o tratamento adequado mais rapidamente”.

O time do Núcleo Especializado na Detecção e Tratamento de Nódulos Pulmonares é formado por pneumologistas, radiologistas e cirurgiões torácicos para verificação e encaminhamento dos casos, além da equipe assistencial do Hospital, que é reconhecida como uma das melhores do país.

Segundo o médico, além da investigação de nódulos pulmonares, o núcleo oferece um protocolo de atendimento específico para pacientes fumantes e ex-fumantes acima dos 50 anos para rastreamento de câncer de pulmão. “Os pacientes com esse perfil poderão passar por uma avaliação clínica e exames de imagem, como tomografia com baixa dose de radiação. Desse modo, mesmo sem um sintoma ou uma suspeita clínica, podem ter a oportunidade para o tratamento do câncer de pulmão com intenção curativa”, explica.

Pacientes tabagistas também podem ser avaliados e tratados para a cessação do consumo de cigarros e quaisquer outros produtos similares, inclusive os cigarros eletrônicos. “Uma abordagem focada na prevenção do câncer e no diagnóstico precoce e especializado é a chave para mudarmos o cenário da doença no país”, complementa Prado.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias