Home News Uso de dados pode ajudar o Brasil na conscientização e combate à diabetes

Uso de dados pode ajudar o Brasil na conscientização e combate à diabetes

por Redaçãoi
0 comentário

O Brasil é o 5º país com mais incidência de diabetes no mundo, com 16,8 milhões de adultos convivendo atualmente com a doença, ou cerca de 9,3% de sua população acima de 18 anos, segundo dados da Pesquisa VIGITEL de 2023. Um problema grave associado ao diabetes é a baixa adesão ao tratamento medicamentoso. Segundo dados da Funcional Health Tech, que há mais de 24 anos cria soluções para o ecossistema da saúde, a taxa média de adesão ao tratamento medicamentoso para diabetes no Brasil é de 45,5%, quando acompanhados ao longo de um ano.

Para abordar esse problema, a Funcional desenvolveu um programa de ações customizadas que utiliza inteligência de dados que visa incentivar pacientes com diabetes a seguir o tratamento conforme a prescrição médica.

A estimativa é de que 2 milhões de pessoas tenham sido impactadas positivamente pelo programa da Funcional no primeiro semestre de 2023. A solução possibilita ações que variam desde comunicação direta e customizada com cada grupo de pacientes a descontos e preços especiais, combos e delivery, apoiando em pontos como acesso ao tratamento e conveniência. Sua principal finalidade é incentivar pacientes com condições crônicas a zelar pelo próprio tratamento conforme prescrição médica, gerando uma visualização e contextualização de dados e incentivando pacientes na manutenção de tratamentos longos de condições crônicas como o diabete.

Ao utilizar sua base de dados com informações de aproximadamente 50 mil farmácias e 30 milhões de usuários, a Funcional busca encontrar explicações quanto à falta de adesão e continuidade ao tratamento medicamentoso, permitindo ações mais assertivas. Os dados também permitem traçar um paralelo entre a adesão ao tratamento e o perfil dos pacientes de acordo com a probabilidade de eles seguirem as orientações dos profissionais de saúde.

“Entender o risco dos pacientes não aderirem ao tratamento medicamentoso é fundamental para que possamos dar mais condições de saúde e melhor qualidade de vida às pessoas que sofrem de doenças crônicas”, diz Alexandre Vieira, executivo-chefe de Analytics e Medicina da Funcional Health Tech. Segundo o especialista, a chance desse paciente que não toma corretamente o medicamento ter um evento grave ou uma complicação do seu quadro de saúde é muito maior.

“Poder transformar dados em ações traz benefícios para toda a cadeia. A indústria e o varejo conseguem ser mais efetivos em suas estratégias de negócios e o paciente ganha muito mais qualidade de vida e bem-estar, tendo estímulos que o levem a manter o tratamento, seja com condições especiais de preço ou qualquer outra condição que o apoie neste processo, como dicas e informações. Todo mundo ganha”, finaliza Vieira.

Até 2050, o mundo pode ter 1,3 bilhão de pessoas com diabetes, segundo estudo publicado do The Lancet Diabetes and Endocrinology. A adoção de hábitos saudáveis de alimentação e a prática regular de atividades físicas são as principais medidas que previnem e controlam a doença.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias