NewsNewsletter

Ircad oferece programa de capacitação em cirurgia robótica colorretal

0

A cirurgia robótica já é uma realidade nos grandes centros e considerada uma evolução da cirurgia minimamente invasiva por laparoscopia. Com a entrada no mercado de novas plataformas robóticas e a diminuição do preço de aquisição desses robôs, esse tipo de cirurgia será cada vez mais difundida e exigirá dos cirurgiões formação adequada para executá-la. Para auxiliar os profissionais na realização cirurgias com robôs, o Ircad América Latina criou o “Programa de Capacitação em Cirurgia Robótica Colorretal” destinado a médicos cirurgiões interessados de todo Brasil e outros países.

O programa visa habilitar os profissionais na realização de procedimentos cirúrgicos robóticos, por meio do treinamento observacional e prático, acompanhando o que há de mais moderno na atualidade, de modo que os participantes possam prestar cuidados seguros e eficazes aos seus pacientes. O curso almeja capacitar cirurgiões colorretais, ou seja, médicos especialistas no tratamento do aparelho digestivo e demais cirurgiões gerais, com experiência em laparoscopia, que tenham conhecimento dos benefícios da cirurgia robótica e queiram impulsionar suas carreiras, acompanhando, assim, a evolução das cirurgias minimamente invasivas, com o apoio de estrutura e ferramentas modernas.

A capacitação é credenciada pelo Colégio Brasileiro de Cirurgiões (CBC), que, em 2020, junto à Associação Médica Brasileira (AMIB), definiu diretrizes para Certificação em Cirurgia Robótica no Brasil, propondo um currículo mínimo para o desenvolvimento de proficiência na realização de procedimentos cirúrgicos robóticos e então, passaram a credenciar centros que estariam aptos a treinar cirurgiões. Atualmente, existem 17 hospitais credenciados pelo CBC, que podem fornecer este tipo de certificação, e o Ircad América Latina é um deles. Além de concluir a capacitação completa, o aluno também recebe a acreditação do Colégio Americano de Cirurgiões (ACS), ressaltando que, o Ircad é a única instituição brasileira que obtém este selo de qualidade.

Dentre alguns professores que ministram o curso, estão o diretor científico do Ircad, o médico Armando Melani, o coordenador científico do Ircad e diretor de inovação do Hospital de Amor, médico Luís Gustavo Romagnolo, e o cirurgião oncológico especialista em colorretal do Hospital de Amor, Carlos Véo, entre outros especialistas.

De acordo com o Romagnolo, o programa é um treinamento completo, desde a fase conceitual e observacional até a fase clínica, e possibilita que o aluno esteja ao lado dos preceptores todo o tempo, principalmente nas tomadas de decisões cirúrgicas, trazendo confiança, precisão e destreza significante ao aluno. “O treinamento em duplo console permite um desenvolvimento rápido das habilidades, da sensibilidade de háptica, da visão 3D, com acompanhamento, instrução e correção imediata durante as intervenções”, ressalta o especialista.

Para o médico Eduardo de Barros Correia, primeiro aluno a concluir o programa, o curso de certificação de cirurgia robótica atendeu às expectativas de aprender junto à uma equipe qualificada e reconhecida, mantendo uma continuidade de fluxo de pacientes até o término do programa. “Segue uma programação moderna chancelada pelo CBC e Ircad, modelada pelo ACS. A expertise do corpo docente, todos extremamente qualificados, além da receptividade encontrada apenas em Barretos tornam-se um atrativo imperdível. Eu fui o primeiro aluno do programa, a primeira certificação e, sem qualquer dúvida, recomendo o programa”, firmou.

Ao todo, por semestre, são disponibilizadas nove vagas, sendo 18 alunos por ano. As aulas inaugurais tiveram início em novembro de 2021. Para este ano de 2022, ainda estão disponíveis duas vagas. O pagamento ocorre de maneira individual e personalizada para cada aluno, que pode diluir os pagamentos ao longo de um ano. Para saber mais sobre o programa que se encerra em dezembro deste ano e fazer a inscrição, os interessados deverão acessar o site: www.ircadamericalatina.com.br

Hospital Santa Catarina realiza implante de cardiodesfibrilador com Bluetooth

Artigo anterior

BP inicia projeto para criação de biomodelos de partes do corpo por impressão 3D

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News