InovaçãoNewsletter

Empresa desenvolve tela braile tátil compatível com iPhone e iPad

0
hands-1851218_640.jpg

A startup coreana Dot Inc. acaba de anunciar o lançamento de uma nova tela em braille tátil compatível com iPhone e iPad. A ferramenta, chamada Dot Pad, está disponível atualmente apenas para comunidades de desenvolvedores. A ferramenta é compatível com o leitor de tela integrado da Apple, chamado VoiceOver. Pessoas com cegueira ou baixa visão podem acessar a ferramenta para uma representação tátil de imagens e textos de dispositivos Apple.

“Muitas pessoas cegas ou com baixa visão usam o iPhone e iPad, devido ao leitor de tela VoiceOver”, disse Eric Ju Yoon Kim, cofundador da Dot Inc., em comunicado. “Estamos muito entusiasmados com o fato de a tecnologia tátil da Dot agora estar otimizada para VoiceOver e de expandir a acessibilidade digital. Além da fala ou do braille literário, esses usuários agora podem sentir e melhorar sua compreensão das imagens.”

A deficiência visual ou cegueira afeta 3,4 milhões de indivíduos nos EUA com idade superior a 40 anos, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doença (CDC). A agência estima que cerca de 80 milhões de indivíduos nos EUA tenham “doença ocular potencialmente cegante”. Essas condições incluem catarata, degeneração macular relacionada à idade, retinopatia diabética e glaucoma. O custo total da deficiência visual, incluindo tratamento e perda de produtividade, é de cerca de US$ 35 milhões.

A Dot diz que a liberação da tecnologia apenas para desenvolvedores tem como objetivo ajudá-los a criar tecnologias para pessoas com deficiência visual. “Meu desejo é que muitos desenvolvedores globais do ecossistema da Apple possam usar essa API para desenvolver jogos, entretenimento e aplicativos educacionais compatíveis com nossa tela tátil”, disse Ki Kwang Sung, cofundador da Dot Inc., em comunicado.

Muitas grandes empresas de tecnologia começaram a se concentrar no mercado de acessibilidade. Em maio do ano passado, a própria Apple lançou uma série de novos recursos de software projetados para pessoas com baixa mobilidade, visão, audição e deficiências cognitivas. Um deles é o SignTime que permite que os usuários se comuniquem com o AppleCare e o atendimento ao cliente usando linguagem de sinais. Além disso, o seu AssistiveTouch permite que os usuários naveguem em um cursor na tela por meio de gestos.

Outra empresa que está apostando no mercado de acessibilidade é o Google. Em setembro do ano passado, empresa lançou novos recursos do Android destinados a ajudar pessoas com deficiências motoras e de fala a navegar em um smartphone.

Startup de teleatendimento supera a marca de 15 milhões de usuários na AL

Artigo anterior

Hospital dos EUA implanta sistema de IA para rastrear de câncer de cólon

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar