NewsNewsletter

Startup escolhe plataforma digital para cuidar da saúde de colaboradores

0

A Bloom Care, clínica digital de saúde feminina e familiar, foi escolhida pela Olist, startup que oferece soluções para lojistas que vendem no e-commerce e recentemente se tornou o mais novo unicórnio brasileiro, como a plataforma de cuidados com a saúde de pais, mães e filhos dos colaboradores da empresa. A plataforma hoje atende 53% dos funcionários da startup que estão em fase de planejamento familiar, 11% em gravidez e 46% já com filhos.

A parceria entre a Bloom Care e o Olist, fechada em maio do ano passado, já conta com cerca de 102 vidas cadastradas na plataforma de saúde, sendo que, atualmente, 33 crianças utilizam o serviço para consultas periódicas. Dos colaboradores da startup de e-commerce cadastrados na ferramenta, 60% da usabilidade do serviço vem por meio de mulheres e 40% pelos homens.

“A Bloom Care tem justamente esse propósito de ser uma facilitadora em termos de saúde para as mulheres e famílias diversas. Entendemos essas dores da parentalidade e queremos solucioná-las de forma prática e rápida, prestando todo o auxílio que pais, mães e cuidadores de crianças precisam”, explica Roberta Sotomaior, CEO e cofundadora da femtech, ao lado de Antonia Teixeira, também cofundadora da Bloom.

Dentro do Olist, a aceitação do benefício tem surtido efeitos positivos, uma vez que as pessoas colaboradoras têm dado muitos feedbacks em relação a atenção e cuidado que os profissionais de saúde da plataforma têm com as mulheres e famílias. “A aceitação tem sido sensacional, pois todos os papais e mamães que acabam utilizando a plataforma, seja qual for a configuração da família, têm experiências positivas com o serviço pelo fato de conseguirem consultar, sempre que necessário, com enfermeiros ou especialistas para tirar dúvidas relacionadas a maternidade e paternidade”, aponta Danilo Penteado, gerente de relações trabalhistas, remuneração e benefícios do Olist.

Segundo Penteado, a parceria com a Bloom Care surgiu justamente com o objetivo de preencher uma lacuna existente dentro da Olist. A empresa, apesar de contar com o benefício da maternidade e paternidade estendida com o propósito de apoiar pais e mães nesse processo de chegada da criança, ainda não tinha como dar o suporte completo a essas famílias. “Se a pessoa estivesse em casa e precisasse de algum apoio específico, não sabíamos o que fazer. Elas tinham, na verdade, o plano de saúde como todas as outras empresas oferecem, mas o benefício da Bloom conseguiu ser algo a mais para essa jornada”, aponta.

 

Em que os CIOs da área de saúde devem concentrar suas energias

Artigo anterior

InterSystems anuncia oferta PaaS para simplificar integração de dados

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News