terça-feira, abril 23, 2024
Home Artigos Tecnologias na saúde e inovações: novos caminhos

Tecnologias na saúde e inovações: novos caminhos

por Wilson Shcolnik
0 comentário

A busca por avanços no campo da saúde tem revolucionado a forma como enfrentamos desafios e promovemos o bem-estar em escala global. No primeiro semestre deste ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou o relatório “Tecnologias emergentes e inovações científicas”, identificando as inovações mais promissoras em ciência e tecnologia capazes de impactar a saúde mundial.

A medicina diagnóstica é um dos setores que se beneficiam. Por exemplo, o desenvolvimento de um diagnóstico viral de baixo custo traria uma mudança significativa na detecção precoce e no controle de doenças infecciosas, especialmente em regiões com recursos limitados.

Além disso, a triagem pré-natal genômica universal e a identificação de distúrbios metabólicos e congênitos permitem obter diagnósticos precisos e orientar o manejo e o tratamento de forma mais eficiente. Já é realidade a aplicação da genômica na caracterização de mutações relacionadas a diferentes tipos de câncer.

Outra inovação é o diagnóstico remoto rápido por meio de dispositivos, que permite a troca de informações em tempo real entre pacientes e médicos, prevenindo doenças e melhorando o gerenciamento de condições médicas, além de fornecer dados para a gestão da saúde pública e economia.

No entanto, é importante reconhecer e gerenciar os riscos, como a falta de confiabilidade e precisão dos resultados de exames; a dificuldade em compreender e interpretá-los; a restrição de acesso devido a altos custos; as preocupações com a privacidade de dados; e a necessidade de garantir padrões de fabricação consistentes.

Para enfrentá-los, convém investir em pesquisa e desenvolvimento; garantir a acessibilidade sem comprometer a sustentabilidade de sistemas de saúde; promover a educação e o treinamento de profissionais de saúde e pacientes; bem como estabelecer ações rigorosas de segurança de dados e privacidade. Neste ponto, a Abramed reafirma o seu papel de protagonista, colaborando na busca por um setor cada vez mais sustentável.

Somente ao nos dedicarmos a mitigar esses riscos poderemos aproveitar o potencial transformador das novas tecnologias.

*Wilson Shcolnik é presidente do conselho de administração da Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed).

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside