News

MPDFT abre oportunidade para estudantes de Enfermagem e Odontologia

0

Estudantes de Enfermagem e Odontologia poderão complementar o conhecimento teórico com a prática no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). A Secretaria de Atendimento à Saúde abriu a oportunidade para que os interessados possam fazer o estágio obrigatório na instituição. Não há remuneração, mas será emitido certificado de conclusão. As inscrições são permanentes e não haverá processo seletivo.

Os estudantes devem ter concluído, no mínimo, 40% da carga horária ou dos créditos do curso, independente do semestre em que estejam matriculados. Além disso, os alunos devem estar regularmente matriculados em instituições conveniadas com o MPDFT. A carga horária mínima é aquela preestabelecida para o fechamento do curso. Para participar, os interessados devem entrar em contato com a coordenação do curso para que as faculdades encaminhem os candidatos para a seleção.

Serviço voluntário

O serviço voluntário é exclusivo para estudantes de Odontologia, a partir do terceiro semestre. O candidato deve ter mais de 18 anos, comprovar que está matriculado no curso e apresentar currículo atualizado, além de comprovantes eleitorais e de quitação com o serviço militar, no caso de candidatos do sexo masculino.

Os selecionados auxiliarão os cirurgiões-dentistas em perícias e procedimentos, na organização dos consultórios e na reposição de materiais de consumo. Também trabalharão na limpeza, desinfecção e esterilização de instrumentais. O tempo de serviço voluntário pode ser utilizado como horas complementares na faculdade. A carga horária mínima é de oito horas semanais.

Os interessados devem entrar em contato com a Seção de Estágio do MPDFT pelos telefones 3343-9134 /3343-9135 ou pelo e-mail estagio@mpdft.mp.br. Também podem comparecer à sede da instituição: Eixo Monumental, Praça do Buriti, lote 2, sala 502.

Coronavírus faz disparar preço de máscaras faciais 10 vezes

Artigo anterior

HCor disponibiliza consultórios para atender refugiados

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News