GestãoNewsletter

Casa de Saúde São José estrutura fluxo seguro em função da covid

0

Diante ao cenário do novo coronavírus, a Casa de Saúde São José, hospital tradicional do Rio de Janeiro, implantou fluxos especiais para resguardar profissionais e pacientes que apresentam os mais diversos quadros clínicos. As medidas contemplam a separação física de pacientes com sintomas respiratórios, comunicação visual e pontos de cuidado ao longo do hospital e testagem covid-19 nos fluxos de atendimento, entre outras ações.

Quem chega para internação, exames ou visitas passa por triagem, com aferição de temperatura e questionário epidemiológico. O mesmo acontece rotineiramente na entrada dos colaboradores. O fluxo de exames foi repensado para que o paciente fique ainda menos tempo no hospital. Agendamento, checagem de sintomas e cadastro prévio do paciente são feitos de maneira remota, por meio de contato telefônico, whatsapp ou email. Há horários separados para pacientes com e sem sintomas da covid-19.

Ao chegar no hospital, a entrada para o Centro de Diagnóstico por Imagem é imediata, sem espera na recepção. Uma higienização rigorosa é feita após cada exame, seguindo as normas do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar. Os laudos são disponibilizados no site.

Os procedimentos cirúrgicos também estão com fluxos novos, garantindo mais tranquilidade a todos. Tanto paciente, quanto acompanhante e equipe cirúrgica realizam o teste PCR em até 72 horas antes da cirurgia. Sintomas e comportamento de risco de todos os envolvidos são monitorados à distância até a internação, que tem a parte burocrática antecipada remotamente. Além disso, o hospital conta com prédio, salas cirúrgicas e equipe assistencial exclusivos para os pacientes sem suspeita de covid-19.

Em relação à Emergência 24 horas, o acesso para quem chega a pé ou de carro é feito por rota exclusiva, sem contato com recepções, elevadores e outras unidades. Pacientes com sintomas da covid-19 são atendidos em consultório reservado, onde fazem o teste PCR rápido.

Há pontos para a higienização das mãos com álcool em gel em todo o hospital e sinalizações com indicações de cuidado, como zoneamento por cores e para uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) parcial ou completo, marcações de distanciamento em elevadores (pisos) e recepções (assentos).

“Todas as medidas buscam passar mais tranquilidade nesse momento delicado. Nossa preocupação é que o paciente não deixe a saúde em segundo plano, não perca um tempo valioso e muitas vezes vital para o seu diagnóstico ou procedimento, como é o caso do paciente oncológico, por exemplo. Nos estruturamos e treinamos nossas equipes para atender com mais agilidade, normas de segurança e o acolhimento necessário”, pontua o diretor executivo da Casa de Saúde São José, Nélisson do Espírito Santo.

 

3M faz doações para combate à pandemia do novo coronavírus

Artigo anterior

ANS realiza audiência sobre inclusão em planos de saúde dos testes sorológicos para Covid-19

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais Gestão