quinta-feira, maio 30, 2024
Home News Projetos na saúde e educação devem ganhar impulso com a tecnologia 5G

Projetos na saúde e educação devem ganhar impulso com a tecnologia 5G

por Redação
1 comentário

Monitoramento de sinais vitais de pacientes, com uso de Inteligência Artificial para identificação de anomalias e riscos. Pessoas e robôs trabalhando de forma conjunta em ambientes de automação inteligente, incluindo veículos autônomos em chão de fábrica. E câmeras inteligentes que identificam textos e números em soluções de segurança pública. Estes são apenas alguns exemplos de projetos da Fundação CERTI que são potencializados com a chegada da conectividade 5G.

“Da mesma forma que o 4G viabilizou inovações disruptivas para os serviços de transporte, locação de imóveis e entrega de alimentos e produtos, criando novos conceitos da economia, como o termo “uberização”, o 5G vai trazer oportunidades para ideias e startups se transformarem em empreendimentos de sucesso e até mesmo empresas globais”, avalia o arquiteto de soluções da CERTI, Manuel Steidle.

Mesmo em áreas remotas, onde a cobertura celular ainda não é tão boa, a demanda de conectividade com internet de banda larga vai ensejar aplicações fixas usando 5G. “O 5G vai chegar de forma rápida e transformadora, complementando e expandindo os cenários de aplicação. E o 6G previsto para 2030 terá velocidade 100 vezes mais rápida. O avanço é cada vez mais intenso”, acrescenta o superintendente de negócios da Fundação CERTI, Laercio Aniceto Silva.

O valor dos ecossistemas

Steidle acredita que os ecossistemas de inovação que souberem criar aplicações com novos paradigmas de valor vão crescer de forma exponencial. Para tanto, aponta como de grande importância a conexão de novos modelos de negócio com know-how tecnológico e a agilidade de empreendedores habilidosos. “Cabe destacar, ainda, o papel de centros tecnológicos como a CERTI, conectados à players de telecom e tecnologia, em conjunto com incubadoras e startups como base para potencializar ecossistemas de inovação em 5G”, acrescenta.

Em especial para o 5G, deverá se ter acesso aos novos chips e módulos de comunicação, software e infraestrutura de prototipagem e teste para potencializar as inovações desta tecnologia. Destaca-se aqui o exemplo do LabFaber, com desenvolvimento de tecnologias 5G para aplicações de indústria 4.0 em Florianópolis.

Impactos em curto e médio prazo

Para Steidle, as primeiras aplicações do 5G, no curto prazo, provavelmente serão baseadas na disponibilidade de banda larga em aplicações móveis. “Estas deverão trazer benefícios diretos para setores como saúde, educação, treinamento e assistência à distância. A possibilidade de estabelecer comunicação em tempo real com imagem e som de pares ou grupos, vai viabilizar novas formas de telemedicina, cursos online, suporte ao consumidor e até mesmo novas atividades de prestadores de serviços, assistência técnica tele assistida, entre outros”, avalia. O diretor cita como exemplo de algo novo que pode acontecer nesta linha, os óculos de realidade aumentada com assistência de call center apoiando técnicos de manutenção de produtos complexos, como carros e equipamentos industriais.

No médio prazo deverá haver benefícios por meio da convergência digital de comunicação móvel com IoT (internet das coisas) e automação massiva de baixa latência de nossos ambientes pessoais e corporativos. Assim, por exemplo, o benefício atual de canal de vídeo para telemedicina poderá incluir no médio prazo o monitoramento de sinais vitais, como eletrocardiogramas, prontuário do paciente, imagens 3D de tomografia, ressonância magnética, lista de medicação em um único ambiente de atendimento, rápido e seguro.

“Projetos piloto e cenários de aplicação em fase de demonstração, indicam fortes impactos de custo mais baixo e aumento de produtividade na área de saúde, indústria e ensino. Nestes setores, processos que já tinham um certo grau de automação poderão ser aprimorados e se tornar mais integrados, rápidos e seguros”, avalia Steidle.

“O 5G vai chegar de forma rápida e transformadora, complementando e expandindo os cenários de aplicação. E o 6G previsto para 2030 terá velocidade 100 vezes mais rápida. O avanço é cada vez mais intenso”, afirma Silva. “O 5G vai trazer oportunidades para ideias e startups se transformarem em empreendimentos de sucesso e até mesmo empresas globais”, avalia o Arquiteto de Soluções da CERTI, completa Steidle.

Notícias relacionadas

1 comentário

clinica de recuperação 27 de outubro de 2022 - 11:48

Parabéns pelo artigo de qualidade

Responder

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias