NewsNewsletter

Empresa de biotecnologia de São Carlos realiza 12.560 testes para Covid-19 com uma taxa de 12.7% de resultados positivos

0

A empresa de biotecnologia especializada em análise genética, DNA Consult, acaba de fazer um levantamento a respeito dos testes de diagnóstico para CoviD-19. Os testes são comercializados para empresas que desejam testar seus colaboradores e para pessoas físicas. Com sede em São Carlos, a empresa apontou quantos testes foram realizados, a taxa de resultados positivos, além de indicadores de cidades que mais procuraram.

Com mais de 250 mil habitantes, São Carlos soma quase 3 mil casos e mais de 40 óbitos no total. Embora o número represente quase 1% da população, a cidade foi considerada uma das melhores do estado, segundo a comissão de estudos epidemiológicos para enfrentamento da CoviD-19 da Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego) que divulgou um ranking de cidades do estado que possuem uma população superior a 100 mil pessoas que tiveram menos óbitos. São Carlos ocupa o segundo lugar do ranking, abaixo de Marília.

A DNA  Consult tem realizado um trabalho de diagnóstico desde abril de 2020 para ajudar na prevenção de casos na cidade. Ao todo, foram realizados mais de 12.560 exames com um crescimento médio de 63% mês a mês na procura. Deste total, 1.600 apresentaram resultado positivo, cerca de 12.7%. A empresa oferece dois tipos de testes que utilizam o método PCR em tempo real, que identificam o vírus ativo no corpo do paciente e, por isso, oferece uma taxa maior de assertividade.

O primeiro é o de coleta via swab nasofaríngeo, com a utilização de um cotonete que é inserido na narina e só pode ser realizado com o acompanhamento de um profissional da área da saúde. Já o segundo formato permite que a coleta seja realizada pelo próprio paciente com  a amostra da saliva. Com a venda direta para pessoas físicas, a procura costuma ser maior no testes individuais de auto coleta, de acordo com o co-fundador e diretor científico da DNA Consult, Euclides Matheucci Jr.

“Um ponto interessante é que quando a pessoa física está buscando pelo exame, ela prefere um método de coleta menos invasivo, que é o da saliva. Os exames com swab nasofaríngeo e saliva tem o mesmo preço”, afirmou Matheucci Jr.

Mesmo estando em São Carlos, a empresa atende outras cidades fora do estado de São Paulo. Mas a demanda maior está concentrada no interior. Do total de 11.500, cerca de 1,6 mil exames foram para a capital paulista e o restante foi vendido em São Carlos e região.

Desde o início da comercialização dos testes pela DNA Consult, o mês que teve maior pico de vendas foi julho. E em agosto foi possível observar uma leve queda na demanda, ao mesmo tempo que a cidade de São Carlos apresentou o maior número de mortes por COVID-19. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, em agosto o total de óbitos registrado no mês foi de 18.

Já em relação aos resultados dos diagnósticos realizados, houve um aumento no número de positivos a partir de junho, de acordo com o Diretor Científico da empresa.

“A curva de positivos x negativos evoluiu ao longo do tempo. No início, tínhamos menos de 10% de positivos (até junho), quando a curva começou a subir. Já hoje temos dias com até 25% dos exames positivos. Isso pode indicar duas causas: as pessoas estão realmente sendo mais contaminadas ou estão testando preferencialmente pessoas com sintomas. Em contrapartida, nossos grandes parceiros (convênios e setor público), que representam mais de 60% de nossa demanda, tinham foco no entendimento do panorama geral, testando a maior quantidade possível de pessoas”, explica Matheucci Jr.

86% dos trabalhadores brasileiros acreditam que robôs podem apoiar melhor sua saúde mental do que os humanos

Artigo anterior

Samsung e Einstein fecham acordo para serviço de telemedicina

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News