Home Gestão Command center pode tornar a gestão hospitalar mais eficiente, diz especialista

Command center pode tornar a gestão hospitalar mais eficiente, diz especialista

por Redação
0 comentário

As instituições de saúde que contam com um command center conseguem gerir melhor a rotina e a gestão hospitalar, fornecendo dados em tempo real para os gestores, por isso o sistema é visto como peça-chave para o sucesso dessas instituições, observa Josiani Sofiatti, especialista em soluções e cofundadora da Weknow Healthtech, empresa de soluções de inteligência de dados para o mercado de saúde.

“O command center é um espaço centralizado que integra informações provenientes de diversos sistemas de gestão presentes em diferentes áreas do hospital. Com isso, é possível visualizar de maneira clara e organizada dados relevantes, como o tempo de espera por leito e o número de pacientes em processo de alta. Essa abordagem permite uma tomada de decisão mais eficiente e ágil, resultando em melhorias na gestão de leitos e, consequentemente, no atendimento aos pacientes”, explica Josiani.

Atualmente, uma solução que tem sido mais comum no mercado é o uso do ambiente online para a apresentação de informações relevantes ao gestor, seguindo o conceito de gestão à vista. Essa abordagem, segundo a executiva, fornece dados atualizados em tempo real, permitindo que o responsável tome decisões mais efetivas com base em informações precisas e recentes, com ações proativas em vez de depender apenas de números que refletem uma situação passada e possivelmente irrelevante, que levariam a ações apenas reativas diante desse cenário.

“O command center traz diversos benefícios para o mercado de saúde, permitindo uma gestão mais eficiente e ágil. Ele reúne informações de diferentes sistemas e possibilita uma visão em tempo real de dados importantes como tempo de espera por leito e pacientes em processo de alta. Com essa visão, é possível tomar decisões mais precisas e acelerar processos, o que resulta em um retorno mais rápido do investimento”, explica Josiani.

Ela acrescenta que a solução tem como objetivo acelerar processos, fazer receitas retornarem em tempo mais rápido do que viriam naturalmente e evitar motivos de glosas ou outros gastos imensuráveis, como questões jurídicas, além de permitir uma melhor precisão na conta naturalmente. “Diante destes aspectos, o retorno do investimento de um command center pode vir como consequência em diversos processos setoriais otimizados, e quando trata-se de tratamento de receitas, a velocidade de números reflete diretamente em maior velocidade de semanas destes valores retornando ao caixa da instituição se comparado a métodos tradicionais de levantamento de dados. Além disso, a solução também pode auxiliar em processos relacionados ao paciente, tratando potenciais problemas que estão acontecendo no momento, evitando desgastes nesta relação tão importante, além de gastos desnecessários”, afirma a especialista.

Segundo Josiani, as instituições que anseiam por esse cenário e que ainda não possam ter estas centrais em pouco tempo, uma linha paralela de implementação de gestão “command” é possível aplicando indicadores de forma distribuída. Através de monitores distribuídos pelos setores, é possível monitorar indicadores estratégicos elencados em conjunto com a diretoria da instituição, e que atualizados de forma online sinalizam aos setores situações que exigem atenção de acordo com alinhamento aos objetivos da organização. Estes benefícios são imediatos em aceleração de produtividade e qualidade, fazendo o investimento retornar de forma rápida e escalável.

“Os benefícios e vantagens para o setor de saúde são enormes, por isso não é de se admirar que cada vez mais instituições estejam adotando o uso dessa solução. Seja por meio de um espaço físico ou de um ambiente online, a visualização em tempo real de dados relevantes permite uma tomada de decisão mais ágil e eficiente, resultando em melhorias na gestão de leitos e na qualidade do atendimento aos pacientes. Em um mercado cada vez mais competitivo e desafiador, o command center pode ser a peça-chave que faltava para o sucesso de uma instituição de saúde”, finaliza Josiani.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside