segunda-feira, julho 15, 2024
Home News ROI e validação clínica determinarão sucesso de healthtechs, diz estudo

ROI e validação clínica determinarão sucesso de healthtechs, diz estudo

por Redação
0 comentário

Investidores acreditam que em 2023 a capacidade de demonstrar o retorno do investimento (ROI) e a validação clínica serão os fatores mais importantes para determinar o sucesso das empresas de saúde digital, de acordo com um novo relatório da GSR Ventures, fundo de venture capital focado em startups de tecnologia. Mas, embora o ROI seja um fator determinante, a validação clínica “é o melhor sinal de valor para o paciente e, historicamente, tem sido subestimada na saúde digital”, disse Sunny Kumar, sócio da GSR Ventures.

Em 2023, os investidores acreditam que a capacidade de demonstrar um retorno mensurável do investimento e provar a validação clínica da tecnologia serão os fatores mais importantes para determinar o sucesso das instituições de saúde digital, de acordo com o relatório.

Para a elaboração do relatório, a GSR reuniu informações de mais de 50 investidores de capital de risco em saúde digital. Um total de 94% dos entrevistados disse que o ROI era “importante” ou “muito importante” para o sucesso da empresa, e 79% disseram o mesmo para evidências e ensaios clínicos.

O estudo aponta que a capacidade de demonstrar o ROI sempre foi importante para as startups de saúde digital, mas tornou-se ainda mais crucial em meio a um cenário econômico em mudança, no qual os investidores estão protegendo seu capital com mais cuidado.

No terceiro trimestre deste ano, as empresas de saúde digital obtiveram o menor volume de financiamento dos últimos 11 trimestres. O setor levantou US$ 4,6 bilhões entre julho e setembro, o que representou uma queda de 36% na comparação com o trimestre anterior e uma queda de 72% em relação ao recorde histórico de US$ 16,8 bilhões no segundo trimestre de 2021.

Embora o fator ROI seja preponderante, não surpreende que os investidores tenham citado a validação clínica como um dos principais impulsionadores do sucesso das empresas em 2023, ressalta Kumar. Em um comunicado, ele disse que a validação clínica “é o melhor sinal do valor do paciente e, historicamente, tem sido subcapturada na saúde digital”.

Os investidores entrevistados no relatório da GSR disseram que esperam que em 2023 o total geral de investimentos em startups de saúde digital fique entre US$ 15 bilhões e US$ 25 bilhões.

À medida que o setor de saúde digital se despede do fluxo frenético de dólares em investimentos em 2020 e 2021, ele também dará adeus às crescentes avaliações de startups às quais se acostumou nos últimos dois anos. Os investidores pesquisados pela GSR disseram que as avaliações cairão em 2023 em cerca de 20% para investimentos em estágio inicial. Eles também disseram que as avaliações cairiam de 20% a 40% para os investimentos das Séries A e B.

Os entrevistados pesquisa apontaram a escassez e esgotamento de fornecedores como os desafios operacionais para que as startups possam ter mais oportunidades para inovar no próximo ano. Eles também indicaram uma mudança nos modelos de reembolso e interoperabilidade.

Pelo lado clínico, mais da metade dos investidores disse que a oncologia é o espaço mais promissor para as startups entrarem. Os entrevistados também citaram saúde mental, neurologia e cuidados primários.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside