InovaçãoNewsNewsletter

Wall Mart confirma planos de entrar no mercado de planos de saúde de baixo custo

1

Um porta-voz do Walmart confirmou os planos gigante do varejo norte-americano para lançar uma unidade de negócios de seguro de saúde, batizado de Walmart Insurance Services LLC, cujo foco será os consumidores de baixo poder aquisitivo.

Atualmente, o Walmart opera quatro centros de saúde nos Estados Unidos, que oferecem serviços de assistência médica de baixo preço, como atendimento odontológico e aconselhamento aos clientes.

O Walmart fez uma série de mudanças focadas na assistência médica este ano: no mês passado,  adquiriu  a plataforma de gerenciamento de medicamentos CareZone para ajudar os clientes a acompanhar suas prescrições; e em fevereiro, inaugurous um segundo centro de saúde Walmart na Geórgia – com planos de expansão para mais locais – apresentando serviços como atendimento primário, aconselhamento em saúde mental, serviços de diagnóstico e atendimento odontológico.

E cada um dos serviços de saúde do Walmart possui preços baixos em comparação com os consultórios médicos tradicionais A empresa diz que os preços do “health center” seriam até 50%  mais baixos  que os cuidados tradicionais.

Não são apenas os serviços de atenção primária mais baratos que atraem os pacientes:  o programa de medicamentos genéricos de US$ 4 do Walmart  oferece aos membros uma lista de prescrições genéricas por preços com descontos significativos – geralmente fornecendo aos pacientes do Medicare Advantage (MA) um preço mais barato do que seu próprio seguro ofereceria.

Os baixos preços e a ampla presença do Walmart podem representar uma ameaça para as startups de seguros saúde (insurtechs) de preços acessíveis.

Neuralink apresentará seus progressos no desenvolvimento de chips cerebrais

Artigo anterior

Lei sobre reestruturação de Santas Casas e hospitais filantrópicos em SP é inconstitucional

Próximo artigo

1 Comentário

  1. Há que se diferenciar os Mercados! Esta notícia está adequada ao Mercado USA. Porém, como hoje as “fronteiras WEB” são dinâmicas, cabe aos leitores este cuidado.
    No campo da Saúde isto é extremamente necessário, pois apontar “saúde, como é lida no Brasil, a preço barato, pode induzir a entendimentos indevidos. O saudoso professor Hans, que fez uma brilhante e significativa apresentação intitulada “200 anos em 200 países” evidencia de forma muita consistente que a saúde, medida pela maior longevidade, traz consigo um investimento (não deve ser chamado de custo, pois o ganho é o BEM maior = a Vida!).
    Poderíamos comparar os modelos de saúde dos USA e do Canadá, completamente distintos. No Brasil, temos um Modelo Misto: SUS e Setor Privado! Portanto, mais distinto ainda. Mas isto é tema para outro item.
    Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar