InovaçãoNewsNewsletter

Clínica Mayo e Google Health fazem parceria para desenvolver IA para tratamento de câncer

0

A Clínica Mayo e o Google Health anunciaram uma parceria para desenvolver inteligência artificial voltada a ajudar a acelerar o processo de planejamento de tratamentos de radioterapia, buscando um tratamento do câncer mais eficiente.

Mais de 18 milhões de novos casos de câncer são diagnosticados globalmente a cada ano, sendo a radioterapia um dos tratamentos mais comuns. No entanto, o planejamento de um curso de tratamento de radioterapia é um processo extremamente demorado.

O método inclui uma etapa meticulosa na qual o clínico deve executar uma técnica conhecida como contorno. Os provedores devem segmentar áreas de câncer e tecidos saudáveis ​​próximos que são suscetíveis a danos por radiação durante o tratamento. Os médicos precisam traçar linhas ao redor de órgãos sensíveis em exames – um processo que pode levar até sete horas para um único paciente.

“A tecnologia tem o potencial de aumentar o trabalho de médicos e outros prestadores de cuidados, como os especialistas que planejam o tratamento de radioterapia. Estamos colaborando com a Mayo Clinic na pesquisa para desenvolver um sistema de IA que pode apoiar os médicos, ajudar a reduzir o tempo de planejamento do tratamento e melhorar a eficiência da radioterapia”, disse Cian Hughes, líder de informática do Google Health, em um comunicado à imprensa, que dia ainda que “as organizações trabalharão para construir um algoritmo para ajudar os médicos a contornar tecidos e órgãos saudáveis ​​de tumores e conduzir pesquisas para entender melhor como essa tecnologia pode ser implantada na prática clínica”.

Este trabalho terá como base os esforços para usar tecnologias avançadas para melhorar a prestação de cuidados. Em setembro de 2019, a Clínica Mayo fez parceria com o Google para implantar computação em nuvem, IA e tecnologias de aprendizado de máquina para o avanço da saúde digital.

“A inovação médica baseada em dados está crescendo exponencialmente e nossa parceria com o Google nos ajudará a liderar a transformação digital na área de saúde”, disse na época Gianrico Farrugia, médico, presidente e CEO da Mayo Clinic.

O Google também colaborou recentemente com o University College London Hospitals para demonstrar como uma ferramenta de aprendizagem profunda pode analisar e segmentar exames médicos de pacientes com câncer de cabeça e pescoço, de maneira semelhante à que os médicos especialistas fariam.

A parceria entre a Mayo Clinic e o Google também se concentrará nos cânceres de cabeça e pescoço, que são áreas particularmente desafiadoras para os médicos contornar por causa das muitas estruturas delicadas que ficam próximas umas das outras.

Durante a primeira fase da pesquisa, as entidades terão como objetivo desenvolver e validar um modelo, bem como estudar como uma ferramenta de IA poderia ser implantada na prática clínica. A tecnologia não será usada em ambientes clínicos e o pesquisador desenvolverá o algoritmo usando apenas dados não identificados.

Plataforma Iron de telemedicina faz 105 mil atendimentos em 4 meses

Artigo anterior

Parceria entre InterSystems e ABCIS visa melhores práticas na TI da saúde

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar