segunda-feira, julho 15, 2024
Home Gestão Pesquisa inédita revela que 30% dos pacientes abandonam tratamento de DPOC por dificuldade de obter medicamentos

Pesquisa inédita revela que 30% dos pacientes abandonam tratamento de DPOC por dificuldade de obter medicamentos

por Redação
0 comentário

Considerada a 5ª maior causa de internação no Sistema Único de Saúde (SUS) entre pacientes com mais de 40 anos, a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) ainda é desconhecida por muitos brasileiros, mesmo por quem apresenta sintomas clássicos da condição como tosse crônica, cansaço, catarro e falta de ar.

A pesquisa inédita “Retrato da DPOC na visão dos brasileiros” ouviu 2141 pessoas em todas as regiões do país, entre pacientes (274), cuidadores (55) e população (1812). De acordo com o levantamento, realizado este ano pela biofarmacêutica Chiesi com o apoio técnico-científico da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia, 26% da população em geral não sabe do que se trata a sigla DPOC e mais da metade não procura atendimento quando tem sintomas relacionados à doença.

Ao mesmo tempo em que, no Brasil, cerca de 6 milhões de pessoas vivem com DPOC², com média de 40 mil brasileiros morrendo por ano em decorrência da doença, a pesquisa mostra negligência em relação à sua gravidade. Quando perguntado o quanto as pessoas consideram a DPOC uma doença grave, a condição aparece apenas em 5º lugar1, apesar do impacto significativo na qualidade de vida dos pacientes e do alto índice de internações e mortes.

Para a Dra. Margareth Dalcolmo, pneumologista, pesquisadora da Fiocruz e presidente da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, a informação sobre a doença e a importância do diagnóstico e da adesão ao tratamento são urgentes. “É preciso que médicos, de todas as especialidades, comecem um diálogo mais criativo com a sociedade civil nesse sentido. E nós, como sociedade médica, temos que fazer com que o diagnóstico dessa doença seja realizado precocemente, bem como facilitar o provimento das medicações aprovadas para o tratamento, nas farmácias populares”, reflete.

A pesquisa “Retrato da DPOC na visão dos brasileiros” revela que mais de ¼ dos pacientes e cuidadores entrevistados acham que é “muito difícil” ou “difícil” ter acesso ao exame de espirometria, fundamental para detectar a doença1. Evidencia ainda que 30% dos pacientes já abandonaram o tratamento sem o consentimento do médico por dificuldade de obter os medicamentos no SUS, enquanto outros 24% deixaram de fazer o tratamento ao notar uma melhora dos sintomas.

Os pacientes entrevistados sinalizaram que o abandono do tratamento ou mesmo a não adesão podem acontecer por barreiras como a baixa disponibilidade de medicamentos nos postos de saúde, informação sobre o uso do medicamento, acesso à consulta médica, mudança no estilo de vida e o preço do remédio – considerado por 55% dos entrevistados uma barreira “muito alta” para a adesão ao tratamento.

“Nós, especialistas, estamos empenhados em oferecer ao Ministério da Saúde um programa integral, em parceria com a indústria, para o diagnóstico precoce, provendo avaliação funcional e facilitando, também, o acesso aos medicamentos”, diz Dra. Margareth Dalcolmo.

Para além das consequências na vida e na saúde dos pacientes, seus familiares e cuidadores, a sensibilidade do cenário extrapola para o SUS, impactando em um gasto anual aproximado de R$ 103 milhões, com a média de 200.000 hospitalizações.

Em resposta a esse cenário, a biofarmacêutica Chiesi submeteu neste mês um dossiê à Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) para solicitar a inclusão da terapia tripla fixa no Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) de tratamento da DPOC. A partir da análise, a Comissão tem 180 dias para dar seu parecer favorável ou desfavorável, e abrir uma Consulta Pública para ouvir a opinião de profissionais de saúde, pacientes e toda a sociedade a respeito da incorporação da terapia no Sistema Público de Saúde (SUS).

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside